Caem as vendas no pequeno varejo

0
1



A Pesquisa Conjuntural do Pequeno Varejo (PCPV) da Federação do Comércio do Estado de São Paulo mostrou que em junho as vendas no pequeno varejo tiveram sua quarta queda consecutiva, 2,8% ante ao mesmo período de 2006. Entre todos os setores analisados, apenas dois tiveram resultados positivos (vestuário, tecidos, calçados, móveis e decorações).


A facilidade de crédito e a queda na temperatura, que estimulou as compras de produtos de inverno, estão entre os fatores que contribuíram para que as lojas de vestuário, tecidos e calçados continuassem sua trajetória de crescimento e registrasse em junho, alta de 11,7% no faturamento. Com isso, o setor acumula no ano incremento de 11,7%.


Já o setor de móveis e decorações registrou aumento de 9,1% nas vendas, na comparação com o mesmo mês de 2006, acumulando no ano elevação de 12,8%. As condições de crédito e o atendimento de nichos específicos de mercado por parte das pequenas empresas contribuíram para o resultado.


Por outro lado, o grupo de autopeças e acessórios foi o que teve o pior desempenho em junho, com queda de 23,2% no seu faturamento, ante o mesmo período do ano anterior. No ano, o setor acumula retração de 13,5% nas vendas. A importação de peças mais baratas, produzidas principalmente na China e Índia, bem como a competição com grandes concessionárias, foram os fatores que influenciaram este desempenho.