Cai inadimplência em 2004

0
14

De janeiro a novembro de 2004 foram devolvidos por falta de fundos 102,8 milhões de cheques, a menor quantidade registrada para o período desde 2001, quando foram devolvidos 113,8 milhões de cheques por insuficiência de saldo. Em 2003, foram devolvidos no período 109,6 milhões de unidades e, em 2002, 104,6 milhões.

Todos os dados do levantamento da CheckOK têm como base as informações fornecidas pelo Banco Central e referem-se aos cheques sem fundos devolvidos pela primeira e segunda vezes, além das devoluções pelas alíneas 13 (conta encerrada), 14 (prática espúria) e 21 (contra-ordem ou sustação de pagamento).

Recuperação econômica causa euforia – De acordo com o analista financeiro da ABM Consulting Antônio Carlos Carvalho apesar do total de cheques sem fundos registrado no acumulado de janeiro a novembro deste ano ser o menor desde 2001, a taxa de inadimplência deste período é a mesma na comparação com o mesmo período de 2003 e maior do que a registrada nos anos de 2001 e 2002.

Segundo Carvalho, apesar da recuperação da economia no ano de 2004, não houve aumento da renda real do consumidor e isso influenciou no aumento das taxas de inadimplência. “A recuperação econômica causou uma espécie de euforia nos consumidores, fazendo com que eles comprassem mais. Isso pode ter provocado um pequeno aumento da taxa de inadimplência”.