O canal para quem respira cliente.

Campeões de inadimplência

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin

O segmento de telecomunicação e eletricidade já é conhecido como um dos que apresentam os maiores índices de inadimplência. No último mês de 2004 não foi diferente, já que ele permaneceu entre os primeiros lugares no ranking por segmento da pesquisa mensal da Telecheque, que mede a inadimplência a partir dos valores das transações com cheques e não da quantidade de cheques devolvidos.
Mas apesar disso, o setor apresentou em dezembro uma queda considerável no número de cheques devolvidos, registrando índice de 4,54%, inferior 36,8%, em comparação a novembro (7,17%). De acordo com José Antônio Praxedes Neto, vice-presidente da Telecheque, a queda, durante este período, está relacionada ao aumento do consumo de produtos desse segmento, uma vez que os celulares foram os campeões de vendas no Natal. “Essa expansão nas vendas acaba diluindo a inadimplência, que deve voltar a subir nos quatro primeiros meses deste ano, quando os cheques pré-datados começam a ser descontados”, acredita.
Supermercados é outro segmento que também teve queda relevante no último mês de 2004, com um índice de inadimplência de 1,86%, menor 24,3% em relação ao mês anterior, que ficou em 2,46%. No ramo de postos de gasolina, a queda foi menor (4,7%), com 1,83% de cheques devolvidos em dezembro e 1,92% no penúltimo mês de 2004.
O mesmo aconteceu no segmento de cosméticos e perfumarias, com índice de inadimplência de 1,23%, inferior 67,63% em relação ao do mês anterior (3,80%). O segmento de eletrodomésticos registrou índice de inadimplência de 0,82%, queda de 69,96% comparando-se com novembro (2,73%). A queda continua no segmento de bares e restaurantes, que teve a inadimplência fixada em 1,93% no mês de dezembro, inferior 46,53% ante novembro (3,61%), e no setor de acessórios automotivos, com 2,45% de cheques devolvidos no último mês de 2004 e 3,32% no penúltimo, uma baixa de 26,20%.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima