O canal para quem respira cliente.

Cheque na mão

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin

Resultado da parceria entre a Telecheque, a Usaway e a Flash Courier, o “Cheque na Mão” é o mais novo sistema de pagamento para compras via internet e televendas que permite transações e parcelamento com cheque. O sistema é uma opção para empresas pequenas e médias que precisam utilizar canais alternativos de vendas e não têm estrutura para este tipo de ação. Com o acordo entre as empresas, a Telecheque fica encarregada da verificação e garantia dos cheques; a Usaway, especializada em serviços de tecnologia, é a responsável pelo cadastramento, controle e liberação dos cheques; e, por fim, a Flash Courier cuida da logística do negócio.
“Fazemos o agendamento para recebimento dos cheques na residência dos consumidores para depois entregá-los nos estabelecimentos que usam o sistema”, explica Marcio Comeron, gerente de negócios da Flash Courier. “O Cheque na Mão é ideal para o lojista que precisa implantar o site de vendas sem ter que se preocupar com os problemas operacionais”, ressalta.
De acordo José Antônio Praxedes Neto, vice-presidente da Telecheque, a grande vantagem que esse serviço oferece aos lojistas é a garantia de cheques. “Caso o cheque tenha sido aprovado pelo nosso sistema e mesmo assim volte sem fundos para o lojista, nós garantimos o ressarcimento do valor”, enfatiza. “Outro fator importante é que o cheque tem menor custo de venda e oferece rapidez na hora do financiamento, o que resulta no aumento das vendas”, diz.
Com um investimento estimado em cerca de 2 milhões de reais para seu desenvolvimento, o sistema garante segurança na troca das informações, já que elas são criptografadas. “Com a criptografia, os dados são codificados, o que evita que outras pessoas tenham acesso a eles”, garante Paulo César Chacur, diretor da Usaway, que completa: “Diferente do cartão, o pagamento com cheque não requer um alto limite de crédito, o que torna o Cheque na Mão uma alternativa para compras de maior valor”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima