Ciclo do crescimento

0
2



“As expectativas para 2012 são as melhores por vários motivos, mas, destaco três: o crescimento da economia brasileira, do mercado consumidor e da conscientização da importância dos seguros”, aponta Thomaz Cabral de Menezes, presidente da Sulamérica, em entrevista exclusiva ao portal ClienteSA. Ele acredita que, diante da crise européia e o processo de retomada gradual da economia americana, o Brasil continuará sendo a bola da vez. “A estabilidade política e econômica somada aos altos juros faz do país um dos principais concorrentes internacionais à investimentos estrangeiros, isso acontece também, pelo fato de diversas multinacionais apostarem no Brasil para balancear o crescimento mais brando das unidades na Europa e Estado Unidos.”

 

Menezes aponta também o aumento do mercado de consumo, “impulsionado pelo natural crescimento da população, ampliação da população economicamente ativa e aumento do poder aquisitivo”. Diante desse cenário, o presidente da Sulamérica vê com otimismo o futuro da indústria. De acordo com ele, os brasileiros têm procurado cada vez mais soluções de seguros. Prova disso é o crescimento do mercado com mais de dois dígitos nos últimos cinco anos. “Para 2012, temos grandes ambições, inúmeras iniciativas e buscamos dar mais foco aos projetos considerados prioritários para o crescimento da Sulamérica.”

 

Um dos focos da Sulamérica para apoiar essa evolução está exatamente no cliente. A seguradora entende que precisa estar sempre próxima deles para entender melhor as necessidades, aflições e preocupações. “Os clientes estão em constante mudança de comportamento. Por isso, temos rastreado o perfil deles, assim como dos potenciais consumidores, para ajustar e adaptar nossas soluções e, principalmente, antecipar soluções”, explica Menezes. O presidente também reforça que a estratégia da Sulamérica é trabalhar o relacionamento multicanal para proporcionar ao cliente uma experiência integrada, simples e relevante.