Cielo e Linx miram pequeno varejo

0
9
A Cielo e a Linx assinaram memorando de entendimentos para a criação de uma joint venture, que terá como foco o desenvolvimento e a comercialização de uma solução única e integrada, que embarca automação comercial, software de gestão e plataforma de pagamentos eletrônicos para os pequenos varejistas brasileiros. A nova oferta traz para o Brasil o conceito de IPOS (Integrated Point of Sale) e fornecerá aos pequenos varejistas uma opção única e flexível para atender às necessidades específicas dos diversos segmentos. 
Em pesquisa realizada pela Cielo ao longo de 2013, com mais de 800 proprietários ou responsáveis pela gestão de estabelecimentos dos segmentos de alimentação e vestuário, concluiu-se que essa oferta apresenta um grande potencial, visto que 52% dos entrevistados não possuem automação comercial. O estudo mostrou ainda que 50% desses lojistas fazem controles manuais (anotações em caderno), 30% utilizam planilhas eletrônicas e 6% não realizam nenhum tipo de controle. Além disso, cerca de 70% afirmam não ter um catálogo de produtos estruturado. 
A união do software da Linx com a plataforma da Cielo se dará de acordo com as necessidades do cliente, que poderá adotar uma interface mais moderna, como um tablet, ou mais tradicional, como um desktop, para a gestão do dia a dia do negócio.  “Essa parceria, sem dúvida, contribuirá significativamente para a evolução de toda a indústria de cartões e para cada um dos setores da economia que se beneficiam dos meios eletrônicos de pagamento, em especial, os pequenos varejistas com até cinco lojas. Reconhecemos que esse segmento vem passando por uma importante transformação nos últimos anos e acreditamos que a adoção de novas soluções, fruto da parceria entre a Cielo e a Linx, vai agregar produtividade e eficiência em toda a cadeia”, afirma Rômulo de Mello Dias, presidente da Cielo. A concretização da operação está sujeita à aprovação das autoridades regulatórias aplicáveis, à assinatura dos documentos definitivos e às aprovações internas pertinentes.