Cietec abre inscrições para incubar novos projetos

0
1

O Cietec – Centro Incubador de Empresas Tecnológicas, situado no Campus da Cidade Universitária de São Paulo (USP), anuncia a abertura de novas vagas para pesquisadores e empresários interessados em criar empreendimentos com o apoio de um dos principais pólos incubadores do país. Outra novidade é que, em 60 dias, será iniciada a construção na Cidade Universitária do primeiro Parque Tecnológico brasileiro.

Orçado em R$ 3,1 milhões e com 7 mil metros quadrados de área construída, o São Parq Tec funcionará como uma espécie de condomínio empresarial para abrigar projetos de tecnologia em estágio avançado, que já permaneceram incubados no Cietec pelo período permitido. “Este é o primeiro núcleo de um projeto maior que prevê a construção de um conglomerado de parques tecnológicos na cidade de São Paulo, que totalizará 400 mil metros quadrados de área dedicada à pesquisa e ao desenvolvimento de tecnologia nacional”, afirma Sergio Risola, gestor executivo do Cietec.

Por enquanto, a primeira fase de construção do São Paulo Parq Tec receberá investimentos da Finep (Financiadora de Estudos e Projetos) e da Secretaria da Ciência e Tecnologia e Desenvolvimento Econômico do Estado de São Paulo, no valor de R$ 1.350 milhão cada e mais R$ 400 mil de um grupo de investimento paulista.

Simultaneamente a construção do São Paulo Parq Tec, o Cietec está ampliando sua capacidade e orçamento para abrigar 30 novas empresas, além das 75 já incubadas. As vagas disponíveis serão preenchidas por meio de edital que pode ser retirado até o dia 29 de agosto. O edital anunciado inaugura uma nova fase da ingresso à incubadora: os editais de fluxo. O sistema prevê a abertura de vagas de acordo com a graduação de empresas incubadas. A ampliação somará R$ 15 mil às despesas mensais da incubadora que atualmente é de R$ 100 mil.

Como ingressar na incubadora – O pré-requisito para ingressar na incubadora é ter propostas inovadoras em pesquisas para produtos e serviços com alto conteúdo tecnológico preferencialmente nas áreas de biotecnologia, biomedicina, química, meio ambiente, materiais, técnicas nucleares, tecnologia da informação e softwares especiais. São oferecidas vagas para incubação de empresas não residentes (ou seja, as já constituídas e que buscam o apoio da incubadora, sem necessidade de espaço físico), de empresas tecnológicas residentes (que precisam de espaço físico durante período de três anos) e de empresas de software (que podem permanecer no centro por até dois anos).

O edital inclui oferta de vagas para pré-incubadas (empresas que não tem um projeto maduro e precisam de capital inicial). O prazo para retirada do edital é até o dia 29 de agosto e as propostas serão recebidas até o dia 30 de agosto. A pré-seleção será publicada no dia 10 de setembro. Passada a primeira etapa, a entrega das propostas finais – correspondentes à elaboração de planos de negócios – deverá ser feita até 15 de outubro. Já o resultado da seleção será divulgado em 29 de novembro.

Informações pelo telefone (11) 3039.8300.