Cisco ajuda na inclusão social

0
10


Com o intuito de beneficiar os jovens participantes do curso de hardware oferecido pelo Cidadania Participativa, projeto de responsabilidade social de empresas de TI, a Cisco doou 100 laptops, 11 teclados, um monitor, 25 adaptadores, 61 drives disquetes e 16 dock station. O objetivo é oferecer condições para que os alunos aprendam a fazer montagem e manutenção destes equipamentos.

O curso é realizado na Associação São José & Centro Comunitário do Jardim São Luís e possui carga horária de 40 horas, em que os alunos aprendem a história do desenvolvimento do computador, conceitos, identificação de peças internas e periféricas, montagem diversa, catalogação e configurações. Além disso, os estudantes recebem orientação sobre processos produtivos, mercado de tecnologia, aula de cidadania e fazem uma visita ao Museu do Computador.

Com o término do curso, o Projeto Cidadania Participativa possibilita que o aluno se torne monitor das turmas seguintes e, posteriormente, com os créditos e com o conhecimento, possa se tornar instrutor. Segundo o coordenador do curso, Rafael Lago, já foi realizado um projeto piloto com sete jovens, com aulas dadas por profissionais e ex-profissionais voluntários. “Estes alunos estão capacitados para atuar como monitores das próximas turmas. A nossa expectativa é de que com a consolidação do curso e com a doação da Cisco, possamos ampliar o número de alunos atendidos no próximo ano e promover mais qualidade de ensino e preparo para os futuros profissionais atuarem no mercado”, diz o coordenador.

Este projeto conta com a participação das empresas Mude, CTT Brasil, AINET, B2Bis, PI Componentes e JDTC. O Projeto Cidadania Participativa colabora com a Creche Menino Jesus, Associação São José & Centro Comunitário do Jardim São Luís e Associação Madre Theodora dos Idosos. O intuito é promover a formação instrucional e dar subsídios para sustentabilidade dos habitantes do bairro periférico Jardim São Luís, localizado na zona sul de São Paulo.