Classe C é a mais afetada financeiramente

0
6
O brasileiro apresentou uma redução de 2,5% na intenção de consumo no primeiro trimestre, em relação ao mesmo período do ano passado. É o que aponta o estudo Tendências 1º Trimestre de 2014, feita pela Nielsen, que investiga as variações de volume, valor e preço de 137 categorias de produtos de consumo de massa, em todas as regiões do país.
A queda foi apresentada mesmo com alguns pontos positivos apresentados no cenário econômico, como a redução do desemprego (5%), a queda da inadimplência (4,4%) e o aumento da renda real (3%). A pesquisa mostra que a mudança no comportamento está ligada ao aumento da inflação (2,9%), o comprometimento da renda (0,3%) e o endividamento (4,7%). Diante desse cenário, a classe C é mais afetada em sua vida financeira, pois apresenta, em média, um gasto de 15% superior a sua renda mensal. “Embora a classe A/B seja quem mais contribuiu para o crescimento em 2014, a classe C ainda é o principal grupo consumidor”, ressalta Ilo Souza, analista de mercado da Nielsen.
No primeiro trimestre, o consumidor reduziu as idas aos pontos de venda (3,6%), mas aumentou o ticket médio gasto (8,2%). Por esse motivo, praticamente todas as cestas analisadas apresentaram um crescimento em valor em comparação com o mesmo período de 2013. Bebidas Alcoólicas (15,6), Bebidas Não Alcoólicas (6,6%), Higiene e Beleza (5,3%), Limpeza Caseira (6,2%), Mercearia Doce (3,2%), Mercearia Salgada (4,6%) e Perecíveis (15,3%).
“Com o intuito de reagir frente ao aumento de preços e conquistar o bolso do consumidor, algumas marcas investiram em ações para reduzir o preço de seus produtos no PDV”, comenta Ilo Souza. Duas foram as ações realizadas por fabricantes e varejistas para tornar os produtos mais baratos nas gôndolas: descontos e embalagens promocionais. Entre as categorias que mais investiram em descontos, ganham destaque as cestas de Bebidas Alcoólicas (83%), Bebidas Não Alcoólicas (80%), Mercearia Doce (70%) e Higiene e Beleza (61%). Com as embalagens promocionais, os destaques foram principalmente Higiene e Beleza, Bebidas Não Alcoólicas e Limpeza Caseira.