Como gerenciar sua base de contatos

0
4



Confiras as dicas para o gerenciamento da base de contatos de e-mails listadas pelo gerente de contas da Dinamize em São Paulo, Maximiliano de Jesus Ferreira.


1º) Segmente a sua lista. Quando você tem uma lista maior e envia tudo para todos, basicamente você está fazendo o que chamamos de “pulverizar e rezar”.  Você está brincando com números e esperando que mais pessoas irão abrir as mensagens. Na realidade, a criação de listas menores produz melhores resultados, já que dar ao destinatário a oportunidade de escolher aquilo que ele deseja ler é uma oportunidade para saber o que ele quer ouvir, e isso significa que você pode enviar e-mails mais relevantes para aqueles que querem recebê-los.


Abaixo, confira alguns exemplos de como empresas e organizações do segmento poderiam gerenciar cada lista.


ONGs: lista separada e dirigida aos membros, doadores, voluntários e diretoria.


Loja de roupas: o segmento permite oferecer promoções visando interessados em moda masculina, feminina e infantil.


Restaurantes: os que oferecem música ao vivo aos finais de semana podem segmentar as listas por clientes interessados em jantares, ou aqueles interessados apenas em apresentações musicais.


Agência de viagens: pode oferecer um e-mail com foco nas férias sobre pacotes de esqui ou passeios com crianças.
 
Além disso, você pode selecionar os destinatários das mensagens por freqüência (semanal, quinzenal ou mensal) e/ou por assunto.


2º) Verifique os erros que ocorrem durante os envios. A maioria das ferramentas de e-mail marketing classifica os erros em soft bounces e hard bounces. Resumidamente falando, em erros leves e graves. Os erros do tipo leve como mensagens de retorno, como “Estou de férias” permitem que você reenvie a mensagem depois de algum tempo, já o erro grave como “e-mail inexistente” deve ser movido ou marcado para não ser mais enviado. Nesse caso, recomenda-se contatar o destinatário através de outro canal como telefone ou mala direta, para que ele informe o novo endereço de e-mail.
 
3º) Exclua quem não está engajado. Há quem diga que quem não interage com as mensagens enviadas por você durante um ano deve ser excluído da lista, pois os chamados ISP´S (Internet Service Provider ou Provedores de Serviço de Internet) já analisam a reputação de um remetente de acordo com o comportamento que os destinatários reagem diante de uma mensagem enviada. Se o destinatário não abre, não clica, não responde ao e-mail ou apaga a mensagem sem abri-la, pode-se considerar que aquele remetente não entrega conteúdo relevante, logo, suas mensagens poderão ser entregues na pasta de “spam” ou “lixo eletrônico” desses ISP´s.
 
4º) Incentive o encaminhamento de mensagens a terceiros. Quando o remetente envia uma mensagem cujo conteúdo é relevante para os destinatários, é natural que estas pessoas a encaminhem para terceiros. Verifique com o fornecedor da ferramenta que utiliza para envio de e-mail marketing se é possível presumir ou mensurar esses destinatários, pois além de aumentar sua reputação junto aos ISP´s eles também podem ser alvo de ações secundárias para envio de e-mail marketing.