Compras mobile, tendência mundial

0
1
É cada vez maior a quantidade de consumidores conectados através de dispositivos móveis, tornando-se uma tendência global. Não por menos, os pagamentos móveis foram responsáveis por mais de um quarto do total dos pagamentos online no mundo, segundo aponta o último Índice Global de Pagamentos Móveis (Global Payments Index) da Adyen. “Em todos os mercados, incluindo varejo, jogos, passagens, e, claro, bens digitais, notamos o surgimento de negócios de sucesso oferecendo uma experiência mobile única. Para muitas dessas empresas, o dispositivo móvel tornou-se o principal canal de vendas, ao invés de simplesmente um canal adicional, fortalecido pelo crescimento acelerado de pagamentos através de dispositivos móveis em todo o mundo, no último trimestre de 2014”, comenta Roelant Prins, diretor comercial da Adyen. “Ter uma estratégia primeiro para o mobile está se tornando uma realidade para mais empresas à medida que avançamos no primeiro trimestre de 2015.”
O levantamento do quarto trimestre revelou que 25,8% das transações online foram realizadas através de dispositivos móveis, um crescimento 11% superior aos dados do terceiro trimestre (23,3%) do ano passado, e 37% maior que o mesmo período de 2013 (18,8%). Dezembro foi responsável pela maior proporção de pagamentos com 26,6%, seguido por novembro com 26,1%. Isso porque há uma propensão maior das pessoas realizarem suas compras de final de ano e Natal pelo celular, ao invés de comprarem em uma loja física. Já em novembro houve datas globais como Black Friday e Cyber Monday, com um grande volume especialmente no Brasil e, na China, como o Dia do Solteiro.
Na batalha entre smartphones e tablets, o iPad manteve uma ligeira vantagem, com 34% sobre o total de vendas concluídas em dispositivos móveis. O iPhone vem logo atrás com 32,3%, seguido pelos aparelhos com sistema Android, com 25,3%. Este é um quarto trimestre diferente de 2013, quando o cenário era de 40% das transações móveis feitas no iPad, 32% no iPhone, e apenas 20% em Android. Seguindo uma tendência global, os smartphones continuam avançando, em relação aos tablets, como dispositivo móvel preferido para compras. As transações online através de smartphones (58%) foram 16% superiores as realizadas com o tablets (42%), revelando um avanço contínuo, quando comparadas com mesmo período de 2013, com 53% em smartphones, contra 47% no tablet. Ainda assim, o volume de transações nos tablets continua crescendo no geral, com 10,8%, ante 10% do terceiro trimestre de 2014.
Os smartphones foram responsáveis por cerca de 20% de todas as transações online na compra de bens digitais, enquanto no tablet foi de apenas 7%. Ao mesmo tempo, um movimento completamente inverso em relação à bens físicos, onde os smartphones respondem por menos de 10% das compras de varejo e tablets despontam com 19%. Os números mostram que o consumidor ainda prefere comprar bens físicos em tablets. “O consumidor já é omnichannel: está munido de um smartphone e deseja tomar a decisão de compra a qualquer hora e lugar. Grande parte das empresas já percebeu a importância de priorizar a implementação de m-commerce, agora que ele se tornou um canal de venda definitivo. A usabilidade, somada à possibilidade de escolha do meio de pagamento, são imprescindíveis para um maior volume de experiências positivas de compras”, acentua Jean Christian Mies, vice-presidente sênior da Adyen para a América Latina.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorAeC aplica gestão compartilhada
Próximo artigoUm ajuste de performance