Compras valem crédito no celular

0
0



A AleCred, braço de produtos e serviços financeiros da AleSat Combustíveis, anunciou parceria com a operadora de telefonia móvel Claro e a Minutrade, empresa de marketing de incentivo, para lançar um programa de recompensa para o cartão de crédito Ale MasterCard. Ao receber o cartão, o consumidor recebe também um chip pré-pago da Claro, caso ainda não seja cliente da operadora e, ao realizar compras em qualquer estabelecimento comercial, ganhará créditos para falar no celular.

 

O diretor de serviços financeiros da companhia, Carlos Donzelli, explica que poderão usufruir dos serviços todas as pessoas que residem em mais de 700 cidades atendidas pela rede. Logo no primeiro ano, a AleCred espera a adesão de 50 mil clientes. Donzelli comenta que o programa aumentará o fluxo de clientes nos postos da rede. “Isso irá gerar fidelização e recorrência nos gastos, que são a base do nosso programa de recompensa”, afirma. Além disso, a tecnologia possibilita um canal direto de comunicação com os consumidores por meio de mensagens SMS para divulgação de promoções e ofertas especiais, desde que o usuário autorize.

 

O projeto foi desenvolvido com a Claro, que identificou no programa boa oportunidade de reforçar o posicionamento de inovação no mercado e conquistar novos clientes. “Nesse caso, a premiação será feita com créditos para chamadas de voz, mas é possível também desenvolver campanhas em que a recompensa sejam mensagens de SMS, ringtones, tráfego de dados e outros serviços”, esclarece Fiamma Zarife, diretora de Serviços de Valor Agregado e Roaming da Claro.

 

A solução está baseada em uma plataforma de microrrecompensa desenvolvida pela Minutrade. “Por meio dessa plataforma conseguimos viabilizar ações que contemplem também os consumidores de baixo poder aquisitivo, que se sentem excluídos de campanhas motivacionais e de fidelização, nas quais, para participar, é sempre preciso consumir valores muito elevados”, assinala Eduardo Jacob, CEO da Minutrade. Ele observa que a maioria de usuários de celular no Brasil é formada por clientes de planos pré-pagos e, com isso, espera uma grande adesão.

 

Segundo Jacob, esse é apenas o primeiro passo com programas desse tipo, uma vez que qualquer empresa de bens de consumo ou serviços pode desenvolver campanhas de incentivo com premiações em serviços de telefonia celular. “O potencial é enorme. Investimos muito no desenvolvimento dessa plataforma, desde o planejamento e registro das patentes até a adequação a todas as exigências técnicas da operadora. Já estamos trabalhando em parceria com empresas e agências para criarmos outras campanhas envolvendo premiação com serviços de telefonia celular”, explica.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorProbare certifica Claro
Próximo artigoMedidas inadequadas