Comunidades B2B

0
2



Autor: Marcelo Ramos

 

Você usa Facebook, MySpace, Orkut ou Twitter para manter contato com amigos, familiares ou pessoas mundo afora que têm os mesmos interesses que você? Talvez você use LinkedIn ou Plaxo para manter contato com seus parceiros de negócio e colegas de trabalho. A popularidade das ferramentas de redes sociais como estas aumentou exponencialmente nos últimos anos, parcialmente porque estas ferramentas aliviam um pouco o esforço que demanda o estabelecimento e a manutenção desse tipo de contato pela maneira tradicional.

 

O ato de fazer e manter relacionamentos é tão importante para as companhias quanto é para a vida pessoal dos indivíduos. Empresas precisam se conectar, comunicar-se e colaborar com seus clientes, fornecedores e parceiros de maneira similar à maneira com que você se conecta, comunica e colabora com a sua rede pessoal. Nenhuma empresa pode ter sucesso operando sozinha. Por isto, ao dar suporte a estas relações de negócios por meio de comércio eletrônico, empresas podem melhorar significativamente tanto a eficiência quanto a eficácia destas relações.

 

Com a integração de pessoas, sistemas e tecnologias, dentro da rede colaborativa de negócios, as empresas conseguem acelerar a entrada de receitas e reduzir custos. Entretanto, o simples fato de estabelecer e manter um relacionamento eletrônico com cada um dos clientes, parceiros e fornecedores é uma grande complicação. Para redes sociais, pode ser tão simples quanto clicar em um botão para convidar alguém a se conectar. Mas, para os negócios, há muitos fatores que precisam ser compreendidos.

 

Esta necessidade de estabelecer e manter relacionamentos está no centro das necessidades de gestão de comunidades das empresas do século XXI. Se o fato de estabelecer um novo relacionamento se torna muito difícil, caro ou consome muito tempo, isto pode reduzir o número de novos relacionamentos que as empresas conseguem efetivamente estabelecer. Além disto, se o ato de manter os relacionamentos já existentes também se tornar muito difícil, isto reduzirá o número de relacionamentos que uma empresa conseguirá manter.

 

Uma gama de capacidades de gestão de comunidade é necessária para ajudar empresas a lidar com seus desafios de levar seus parceiros para as comunidades, incluindo pesquisa e recrutamento de parceiros de negócios para as iniciativas B2B das empresas, conectar, testar e integrar os processos de negócios das empresas com aqueles de seus clientes, parceiros e fornecedores, provisão de visibilidade por todas as comunidades de parceiros e novos projetos, além da gestão corrente e suporte para os relacionamentos de negócios das empresas e acordos.

 

Empresas fizeram várias formas de comércio eletrônico nas últimas décadas. Por mais de 30 anos, empresas de TI têm ajudado companhias a fazer EDI (Electronic Data Interchange – uma das mais antigas formas de comércio eletrônico). Ainda assim, muitas empresas ainda não estão capacitadas a fazer comércio de maneira eletrônica com todos os seus clientes, parceiros e fornecedores. Processos manuais, como o uso de papel ou fax – com todos os custos implicados, erros e problemas técnicos – ainda são parte do dia-a-dia dos negócios de muitas empresas.

 

Soluções de gestão de comunidade ajudam empresas a criar e manter relacionamentos eletrônicos por toda a sua rede colaborativa de negócios, ajudando-os a estabelecer e manter contato com seus clientes, parceiros e fornecedores. Gestão de comunidade ajuda empresas a embarcar seus parceiros mais rapidamente, estender suas comunidades eletrônicas a todos os seus clientes, parceiros e fornecedores, além de dar suporte e gerenciar seus atuais relacionamentos, tudo isto com menos recursos financeiros que anteriormente.

 

Da próxima vez que você estiver no Twitter ou no Facebook mantendo contato com amigos e familiares ou alguém do outro lado do mundo que possa ter os mesmos interesses que você, pare e pense por um momento em como nós estamos ajudando os nossos clientes a manter contato com os seus clientes, parceiros e fornecedores. Ajudamos a construir e manter relações por toda a rede colaborativa de negócios, além de colaborar com a aceleração de receitas e redução de custos por meio de uma gestão de comunidade melhorada.

 

Marcelo Ramos é diretor-presidente para a América Latina da Sterling Commerce.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorRede de fidelização
Próximo artigoSeja rico de verdade