O canal para quem respira cliente.

Confiança em um cenário de riscos

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin



O IBRI (Instituto Brasileiro de Relações com Investidores) e a Deloitte divulgam resultado do estudo “Confiança em um cenário de riscos” durante a 11ª edição do Encontro Nacional de Relações com Investidores e Mercado de Capitais. Segundo dados da pesquisa, 115 organizações responderam ao questionário: 54 empresas representadas por seus profissionais de RI e 61 organismos investidores. A pesquisa detectou aumento da importância da Governança Corporativa, o que alinha a administração das empresas com os interesses dos investidores, acionistas e mercados.

 

Segundo a pesquisa, 73% dos respondentes afirmaram que a abrangência da Governança é um dos fatores importantes na decisão de investimento, facilitando assim o exercício do monitoramento e do controle nas corporações. De acordo com o levantamento, 83% dos investidores consideram fundamental também a existência de política de controle e avaliação de riscos.

 

A maioria dos profissionais de RI (76%) aponta que a adoção de melhores práticas de governança corporativa é um grande desafio a ser incentivado diante do novo contexto econômico. Para 59% deles, os canais e a qualidade da comunicação também têm papel importante, proporcionando e conduzindo transparência aos mercados de ativos corporativos.

 

Nesse contexto, avalia-se a crescente demanda por transparência onde as empresas precisariam intensificar as várias práticas de governança para se tornarem mais atraentes para seus investidores. De acordo com o estudo, 79% dos investidores informaram que necessitam de canais de informação para avaliar corretamente o valor das companhias presentes em seus portfólios. A adoção de uma política de gestão de riscos por parte das empresas foi apontada como fator extremamente importante. No momento, essa política é adotada por 61% das companhias. Mais da metade dos respondentes sinalizou que um dos objetivos dessa medida é atender às melhores práticas de Governança.

 

A Comunicação vem ganhando espaço cada vez mais estratégico dentro das corporações e sendo encarada como ferramenta extremamente importante na geração de confiança em um cenário de riscos, sendo que 67% dos entrevistados apontaram a comunicação eficaz como fator decisivo. Os profissionais de RI consideram de extrema relevância -para agregação de confiança em um cenário de riscos- a manutenção de um fluxo de informações para os investidores, segundo 56% dos respondentes, e a divulgação de informações relevantes ao mercado em geral, conforme apontado por 54% dos RI’s.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima