Consulta ao Procon

0
22


O Ministério da Justiça lançou nesta terça-feira (13/09) o site do Sistema Nacional de Informações de Defesa do Consumidor (Sindec), que permitirá ao consumidor saber se há registros nos Procons envolvendo determinada empresa. A idéia é que o consumidor possa escolher de forma mais consciente a compra dos produtos ou a contratação de serviços, verificando o histórico das empresas nos Procons. Também será possível pesquisar, em cada estado, quais as empresas com maior número de consultas nos Procons.
Para fazer a consulta, o consumidor precisará apenas acessar o site e digitar o nome da empresa no campo da pesquisa por fornecedores. Ao fazer isso, o site fornece todos os atendimentos feitos nos Procons que já fazem parte do Sindec. A pesquisa também pode ser feita com informações por estado. É possível ainda clicar no nome da empresa e verificar o número de atendimentos, além da área e do problema a que se referem.

O site disponibilizará também gráficos e estatísticas de atendimentos dos Procons. Será possível saber, por exemplo, quais as áreas (assuntos financeiros, serviços, produtos, saúde, habitação, etc) que geram o maior número de demandas em cada estado. A mesma pesquisa poderá levar em conta critérios como faixa etária do consumidor e sexo, além do cruzamento destas informações. O site traz ainda orientações técnicas para os consumidores sobre alguns dos temas mais consultados nos Procons e os contatos dos órgãos que já fazem parte do Sindec, entre outras informações.

O Sindec é um sistema informatizado que vai integrar em rede as bases de dados usadas pelos Procons em todo o País. Ele vem sendo implantado pelo Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor (DPDC) desde junho de 2004 e já funciona em dez estados: Paraíba, Tocantins, Acre, Bahia, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso, Pará, além de São Paulo, que desenvolveu o programa original.