Contato direto, muito além da comunicação

0
2

Se bem executadas todas as etapas, a campanha de marketing de relacionamento pode trazer o cliente para dentro da empresa e, ao mesmo tempo, fazer com que a marca esteja presente em sua vida. Para Nívea Regina Ferradosa, diretora de marketing Citroën Brasil, trata-se de um contato que permite humanizar a marca e ouvir os clientes tanto para resolver problemas, como para desenvolver novos produtos. Essa também é a opinião de Patrícia Pessoa, gerente de marketing de relacionamento e redes sociais da Fiat Automóveis, que põe o marketing de relacionamento dentre todas as outras modalidades do marketing, como aquela que proporciona maior proximidade com o cliente. “Ao lançarmos alguma ação de marketing de relacionamento, já temos como pressuposto gerar uma conversa com o consumidor, o que é extremamente rico para pensarmos em estratégias futuras. É também uma ferramenta mais certeira, pois conseguimos nos comunicar com públicos pré-definidos”, enfatiza. Segundo ela, a montadora atua em diversas frentes no marketing de relacionamento, sofisticando cada vez mais a estratégia para alcançar os objetivos, sejam eles de vendas, branding ou a manutenção de uma proximidade com os clientes.
Outra vantagem que a executiva da Fiat identifica é a possibilidade de medição de resultados, o que facilita o planejamento de marketing de acordo com cada ação. “O marketing direto e de relacionamento é a disciplina que tem em seu DNA, a mensuração de resultados. E, medir e controlar os resultados das ações é um objetivo cada vez mais perseguido pelas empresas, porque os clientes precisam comprovar o retorno sobre seus investimentos”, complementa Efraim Kapulski, presidente da Abemd.