Conteúdo e relacionamento no mesmo caminho

0
5



Canais com fins promocionais, mas também de relacionamento com os públicos, as páginas das redes sociais não deve ter a administração concentrada em apenas um departamento, como analisa Alessandro Barbosa Lima, fundador e CEO do Grupo E.life. “Cada uma das disciplinas têm métricas e objetivos distintos”, aponta em entrevista exclusiva ao portal ClienteSA.

 

Há a composição de um ciclo de vida para a venda. É aí que entram as marcas, buscando e mapeando as oportunidades de engajamento e realizando ações que tenham valor para o cliente sem serem invasivas, de acordo com o especialista.  “Os clientes buscam informações antes da compra e também fazem reclamações pós-compra. O mesmo cliente percorre todo um ciclo de vida on-line com um produto ou serviços. As marcas devem se preparar para ajudar o consumidor em todo este ciclo de vida. Nas redes sociais, é possível encontrar o consumidor mesmo antes que ele expresse simpatia com uma determinada marca”, salienta Lima.

 

Para o especialista, conteúdo e relacionamento caminham juntos. “Não existe relacionamento sem conteúdo, principalmente como falamos de pré-compra. Ou seja, como vamos mobilizar o consumidor sem conteúdo relevante?”, questiona. “O ideal é oferecer ao consumidor algo relevante, que possa ajudá-lo ou gerar algum valor para ele”, complementa.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorTransferência de risco financeiro
Próximo artigoReação em cadeia