Controle total dos processos

0
3


A Panalpina, grupo do mercado de agenciamento de transporte de carga e logística, estava sentindo a necessidade de ter um sistema de desembaraço aduaneiro corporativo que atendesse à legislação brasileira e que, ao mesmo tempo, fosse flexível o suficiente para atender às particularidades de cada cliente. A solução encontrada foi o serviço DD Broker da Bysoft, empresa brasileira especializada em sistemas para comércio exterior e logística.

“Nós não tínhamos um sistema padrão no Brasil para atender os clientes na área de desembaraço aduaneiro, ou seja, cada filial da companhia trabalhava com sistemas diferentes e independentes, nos causando muito transtorno. Além disso, diversos processos ainda eram manuais, com um grande volume de redigitação de dados, o que gerava muitos erros e exigia um grande esforço humano”, afirma João Vicente Campos Sobrinho, analista de sistema da Panalpina. O projeto teve início em janeiro de 2002 e a implementação do DD Broker foi concluída em dezembro de 2004.

O DD Broker é um sistema de gestão de negócio e de processos que permite o controle das etapas do desembaraço aduaneiro, assim como os controles financeiro e de faturamento. O sistema facilita o preenchimento e o registro de DI’s, LI’s, RE e DDE e o pagamento das despesas que envolvem o processo, emitindo a Nota Fiscal de Serviço e formando um único banco de dados (SQL Server da Microsoft).

“Algumas das principais características da solução estão relacionadas ao cadastro do sistema, que permite que o administrador defina previamente quais serviços operará por cliente, determinando em quanto tempo deseja que estas tarefas sejam executadas. Por meio do Check List automático, é possível fazer o acompanhamento continuo de cada fase da operação, tornando-a mais ágil e garantindo a confiabilidade das informações. O Lead Time de toda a operação pode ser acompanhado via web pelo cliente”, explica Edneia Moura, diretora da Bysoft.

Com o DD Broker, a Panalpina consegue acessar o sistema de qualquer ponto no Brasil, rompendo as barreiras geográficas. “Conseguimos processar o desembaraço marítimo em Campinas e imprimir as Gares e as notas fiscais de nacionalização em Santos em tempo real. Já conseguimos bater um recorde de tempo, entregando em apenas 18 horas uma carga aérea vinda de Miami. Isso só foi possível porque estamos com uma margem de erro muito baixa e com a operação totalmente informatizada”, afirma Campos. A empresa também conseguiu uma grande diminuição de custos.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCoop moderniza site
Próximo artigoA revolução neurolinguistica