CPqD integra comitê de inclusão social

0
0


O CPqD, centro de pesquisa e desenvolvimento em telecom, integra o recém criado Comitê de Ajudas Técnicas coordenado pela Coordenadoria Nacional para Integração da Pessoa Portadora de Deficiência (CORDE) da Secretaria Especial dos Direito Humanos (SEDH) do Governo Federal. Previsto pelo Decreto da Acessibilidade (Decreto nº 5296/2004), o comitê irá integrar a experiência de especialistas de diversas organizações do Brasil que atuam e têm serviços relevantes realizados nas diversas áreas de ajuda técnica, como medicina, fonoaudiologia, educação, engenharia, entre outros.

Representado pelo diretor Julio Martorano, o CPqD irá levar para o comitê a experiência no desenvolvimento de softwares para acessibilidade, como a solução Texto Fala – que facilita o acesso a caixas eletrônicos por clientes com dificuldades de leitura, sejam eles portadores de deficiência visual ou não alfabetizados – e o Telefone para Surdo – que permite a comunicação por meio de mensagens escritas. “O desenvolvimento dos sistemas do CPqD passa por inúmeros estudos e pesquisas sobre os aspectos da vida e das necessidades das pessoas com deficiência. O seu conhecimento acumulado nesta trajetória deve contribuir para a consolidação dos objetivos do Comitê”, afirma Martorano.

A Coordenadora Geral da CORDE, Izabel Maior, lista os grandes desafios que esperam pelo comitê. Entre eles, a necessidade de garantir que os equipamentos disponíveis no mercado brasileiro obedeçam aos padrões de qualidade, inclusive com a adoção da norma internacional ISO 9.999; busca de incentivos ao desenvolvimento e produção de equipamentos no Brasil, como forma de torná-los acessíveis e confiáveis para o uso; e assegurar condições para a formação adequada de profissionais especializados que atendam as demandas do mercado interno e também incluir nos currículos escolares temas sobre ajudas técnicas.