CPTM mais próxima dos usuários de trem

0
2


Oito milhões. Esse é o número de pessoas que, durante todo o ano passado, utilizou o SAU – Serviço de Atendimento ao Usuário da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), para buscar informações, deixar sugestões ou mesmo criticar. Mensalmente, são mais de 700 mil atendimentos realizados por telefone, pela Internet ou pessoalmente em um dos postos instalados nas estações de maior fluxo de passageiros: Barra Funda, Brás, Luz, Santo André, Francisco Morato, Santo Amaro, Osasco e Guaianazes.

Mais de 90% desses serviços prestados são de solicitação de informações, seguido do atendimento de serviços como cadastramento de usuários especiais e portadores de deficiência. As reclamações aparecem com 0,62% do total de manifestações registradas. Essas ocorrências são divididas nos itens atendimento, regularidade, segurança pública operacional, conforto, utilidade, rapidez, preço, confiabilidade e segurança operacional.

O SAU foi criado em 1999 pela companhia a fim de estabelecer canais de comunicação mais próximos com quem utiliza os trens da CPTM e vem se mostrando ser uma importante ferramenta para aumentar a qualidade dos serviços prestados. Após os primeiros anos de funcionamento e com as atividades já estabelecidas, foram agregados outros serviços ao SAU, como o Achados e Perdidos e os Postos de Atendimento ao Bilhete Escolar e ao Vale Transporte. Sem falar do Programa de Relações com a Comunidade, um canal de discussão com os cidadãos sobre o que eles esperam da CPTM, e o Projeto Usuário do Amanhã, que agenda visitas à empresa de grupos de alunos e professores dos 1º e 2º graus das escolas públicas e particulares de São Paulo.