Crédito chega a 41,3% do PIB

0
2



Apesar da alegada dificuldade de crédito, provocada pela crise financeira internacional, as operações de crédito alcançaram R$ 1,227 trilhão em dezembro, com expansão de 1,6% no mês e de 31,1% nos últimos 12 meses. O volume equivale a 41,3% do Produto Interno Bruto (PIB), soma das riquezas produzidas no ano, contra 40,4% do PIB no mês de novembro. Os empréstimos foram impulsionados pelas operações direcionadas com recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

 

O crédito do setor privado cresceu 1,4% e alcançou o total de R$ 1,201 trilhão, com maior expansão das operações para os segmentos de aeronáutica, automotivo e de extração mineral. Os empréstimos destinados ao setor rural totalizaram R$ 106,6 bilhões (+1,7%) e para habitações somou R$ 63,3 bilhões (+2,4%). As operações com pessoas jurídicas, no total de R$ 394,5 bilhões, cresceram 0,6%, e os empréstimos pessoais, no total de R$ 273,9 bilhões, aumentaram 04% no mês.