Crédito consignado: a hora certa

0
2



Autora: Rubia Piovesan


O cédito consignado ainda gera muitas dúvidas no setor de finanças e é preciso pensar muito nisso na hora de buscar as melhores opções.  Seu funcionamento como um desconto direto na folha de pagamento entre empresas e seus funcionários ou aposentados no INSS trouxe grandes facilidades para quem precisa de dinheiro.


O uso do crédito consignado vale a pena principalmente para quem está endividado com cheque especial, cartões de crédito. Podemos dizer que está entre as melhores opções de tomada de crédito, uma vez que os juros são muito baixos e o modelo de negócio não necessita de análise de crédito por conta de o desconto ser feito diretamente na folha de pagamento.


Os juros, nesse formato de empréstimo, também favorecem. Considerados muito menores, eles ficam entre 1,5% a 3,5% ao mês.  O crédito consignado ainda reduz de forma significativa os riscos de inadimplência.
Este tipo de crédito não oferece grandes riscos já que o valor que pode ser concedido limita-se a 30% do valor bruto do salário.  Mas, fica aqui uma dica: evite tomar este tipo de empréstimo para terceiros ou parentes, pois o desconto virá no seu salário e pode comprometer outras despesas pessoais.

 

Por conta de suas vantagens, o crescimento do crédito consignado é constante já que quem possui o perfil de tomador, está sempre renovando ou refinanciando este crédito dentro desta margem de 30% disponível.
O aumento do salário mínimo possibilitou ampliação da margem financeira das pessoas e, com isso, a procura por crédito consignado também evoluiu.

 

Em 2011, o setor deve ser ainda mais promissor. Fatores como economia aquecida, demanda e oferta, aumento no volume de consumo e surgimento de novas e novas empresas no varejo contribuem muito com um cenário evolutivo.

Rubia Piovesan é gerente de contas da Zipcode