Cresce consumo de aplicativos no Brasil

0
14



Diante do mercado de TI aquecido e o aumento representativo no consumo de smartphones, o Brasil ganha cada vez mais destaque enquanto maior mercado de aplicativos da América Latina e desperta o surgimento de um novo nicho de investimentos focado na área – o de aplicativos para smartphones. A aposta, segundo William Tadeu da Silveira, diretor da Lalubema, desenvolvedora de aplicativos e soluções mobile, não é em vão: desde que a Apple liberou a parte de jogos da App Store no Brasil, em abril deste ano, as receitas do site cresceram 80%. No entanto, mesmo com tantos consumidores, o País é responsável por apenas 1,4% dos aplicativos produzidos no mundo, segundo a plataforma AppleGeyser.

 

Com grandes oportunidades pela frente, desenvolvedoras se esforçam para se consolidarem. A perspectiva é que o mercado mobile domine o segmento de TI em 2015. “Nossa expectativa é que o mercado mobile seja responsável por mais de 50% do faturamento mundial em TI. Acreditamos que estamos vivendo uma quebra de paradigma de computação e acesso à informação e queremos ser líderes nesse movimento”, afirma o diretor da Lalubema.

Ainda de acordo com especialistas, o Brasil tem grande chance de se consolidar também como produtor de Apps no mercado mundial. Muito disso devido à formação técnica da mão de obra brasileira, considerada de ótima qualidade, associada a uma remuneração abaixo dos patamares internacionais.