Cresce mercado de marcas próprias

0
3



De acordo com dados do 14º Estudo Anual de Marcas Próprias 2008, da Nielsen, o número de itens de marca própria cresceu 31% entre agosto de 2007 e o mesmo mês de 2008, alcançando um total de mais 45 mil produtos disponíveis em 25% das 644 empresas participantes da pesquisa. Segundo Neide Montesano, presidente da Abmapro, Associação Brasileira de Marcas Próprias e Terceirização, o trabalho conjunto entre indústria e varejo será fundamental para entender o comportamento e as necessidades do consumidor e fazer com que a marca própria cresça cada vez mais.

 

Ainda de acordo com a pesquisa, os itens de marca própria estão cada vez mais presentes nos lares brasileiros, alcançando quase metade das residências do país, o que equivale a aproximadamente 18 milhões de domicílios. O estudo mostra ainda que, apesar de 81% do setor estar posicionado como low price (preço baixo), os produtos premium (produtos de posicionamento de preço mais alto) também têm destaque.

 

O perfil dos maiores consumidores de marcas próprias é “maduro bem-sucedido”, uma das seis classificações por estilo de vida utilizadas pela Nielsen, nível sócio-econômico alto e médio-alto, e lares com quatro ou cinco pessoas. Das empresas que participaram do estudo, 25% delas oferecem produtos de marca própria ao consumidor. Sendo que do total de itens disponíveis no mercado, 83% estão nos supermercados, 15% no atacado e 2% nas farmácias.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCampanhas digitais com co-registration
Próximo artigoNovas Tecnologias