Crescimento expressivo

0
1



O ano de 2011 para o marketing direto e de relacionamento foi de expansão, mesmo com as incertezas na economia mundial. Pesquisa da Abemd, Associação Brasileira de Marketing Direto, com os associados mostra que a grande maioria, mais de 75%, afirma ter sido um ano bom ou excelente. Além disso, quase metade da amostra revelou crescimento de receita acima de 15%, sendo que 11% informaram evolução entre 6% e 10%. Ou seja, praticamente 60% do mercado apresentaram crescimento expressivo de receitas diante do desempenho da economia.

 

A intensificação do uso das mídias digitais e programas de fidelidade, além do forte crescimento dos canais de vendas com a expansão do e-commerce foram fatores que aqueceram o diálogo com os consumidores e desembocaram em aumento de receitas para as empresas do setor e seus clientes, na opinião do presidente da Abemd, Efraim Kapulski.

 

Para ele, o mercado brasileiro está em linha com os maiores mercados do mundo, tanto em termos de planejamento e criação, como no uso das mais avançadas tecnologias. “Mas não é só isso, nosso setor amadureceu muito no que diz respeito às autorregulamentações e na atuação junto aos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, que ajudam a regular o mercado e torná-lo mais profissional”, lembra o presidente da Abemd.

 

2012
Para esse ano, Kapulski afirma que as expectativas são otimistas em relação ao mercado. “O cenário se mostra propício e desafiador, pois estamos falando em aprofundar o diálogo com os consumidores, uma tarefa cada vez mais complexa, porém que só tende a gerar mais receitas para os clientes”, comenta. A própria pesquisa da Abemd mostra que o mercado está confiante. Quase 65% dos consultados se dizem otimistas ou muito otimistas com a economia brasileira em 2012. Nessa toada, 78,4% dos consultados estão confiantes em crescimento para o marketing direto em 2012.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCoaching nas PMEs
Próximo artigoAvaya reestrutura diretorias