Crise parece chegar aos poucos no Brasil

0
3



Os efeitos da crise parecem chegar ao consumidor e aos economistas aos poucos. Ambos, estão menos confiante neste fim de ano, de acordo com dados da Fecomercio – Federação do Comércio do Estado de São Paulo. Apesar do clima de final do ano afetar positivamente o humor do consumidor, este ano ocorreu o contrário. Dados do Índice de Confiança do Consumidor (ICC) mostram queda de 4,2% (127 pontos) em relação a novembro e 9,4% em relação a dezembro de 2007. Esta foi a terceira baixa consecutiva do índice, registrando o menor nível de confiança do ano e o menor nível para os meses de dezembro desde 2003.

 

O Índice de Sentimento dos Especialistas em Economia (ISE) também apresentou queda em dezembro. Segundo a Fecomercio, houve queda de 9,5% em relação ao mês anterior e alcançou 71,1 pontos. Essa é a quinta queda consecutiva e mostra o aumento do pessimismo dos economistas frente à atual conjuntura econômica mundial. A continuidade na queda do otimismo esse mês foi decorrente, principalmente, da deterioração das expectativas dos economistas em relação à percepção presente, que registrou neste mês uma aceleração do ritmo de deterioração, passando de 60,4 pontos em novembro para 51,3 pontos em dezembro, queda de 15%.