Datasul fecha 2003 com crescimento de 25%

0
2

A Datasul anunciou o faturamento de R$ 245 milhões em 2003, o que corresponde a um crescimento de 25% em relação ao ano anterior. O resultado superou as expectativas, uma vez que no final de 2002 a companhia apontava como meta um crescimento de 20%. No período, a companhia conquistou 95 novos clientes, agregando à sua carteira nomes como Fujitsu, Blue Tree Towers, Dori, Biscoitos Parati, Seculus Relógio e Unimed Campinas e Porto Alegre. Em 2004 a empresa esperar crescer mais 15%.
Os principais destaques no ano foram as vendas das soluções de Business Intelligence e CRM, que alcançaram um crescimento na receita líquida de 258% e 67%, respectivamente. As soluções fazem parte da área de novos produtos, que obteve um crescimento de 94%. Outro ponto importante em 2003 foi o início das operações no México com a abertura de duas franquias de distribuição, ambas iniciando atividades no segundo semestre. A empresa já conta com 10 clientes no país. Na Argentina, a companhia pretende inaugurar mais uma unidade com foco em RH no início deste ano. A Datasul Argentina cresceu 25% em 2003. A perspectiva para 2004 é ampliar o faturamento em 100%.
Para continuar a trajetória de sucesso, a empresa está direcionando seus esforços para uma estratégia de supersegmentação denominada clusterização. A companhia oferece soluções segmentadas, aliando o profundo conhecimento dos processos do mercado e da legislação brasileira a soluções focadas. Os primeiros lançamentos são dirigidos a Agroindústria, Transporte, Comércio (varejo e atacado) e Saúde. “Estamos focando nossos esforços para oferecer soluções de alto valor agregado para atingir segmentos de mercado ainda pouco explorados. As novas soluções deverão representar cerca de 30% das vendas para novos clientes”, explica Steffens.