Dia dos Namorados perde R$ 5 bi

0
1
As vendas do comércio varejista brasileiro no Dia dos Namorados seguiram as expectativas e, de acordo com estimativas da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP),  apresentaram uma retração de 11% este ano em relação ao mesmo período de 2015. Uma perda de cerca de R$ 5 bilhões.
 
Dados da Boa Vista SCPC mostram que, em 2016, as vendas do comércio brasileiro para a data recuaram 5,8% em relação ao ano passado. Registrando assim a segunda queda nesta data comemorativa desde 2009, visto que em 2015, as vendas diminuíram 0,5% em relação ao mesmo período de 2014.
 
De acordo com a assessoria econômica da FecomercioSP, o Dia dos Namorados continua sendo a terceira data mais relevante para o varejo, entretanto sofre, como todas as outras datas ao longo desse ano, os efeitos da crise. Esse resultado é reflexo do desemprego, dos juros elevados para os consumidores, das maiores exigências na oferta de crédito e da inflação, que inibem o consumo. Com isso, a Entidade estima que o faturamento real do comércio varejista neste primeiro semestre de 2016 deverá cair entre 8% e 10%.