Dicas para ter sucesso nos negócios

0
9


Início de ano é o melhor momento para quem quer pôr em prática algumas mudanças e alcançar sucesso. Empresários, gestores e consultores dão algumas dicas para impulsionar os negócios em 2007.

“Quem quiser acontecer em 2007, não poderá ficar esperando alguma coisa mudar no país. Vai ter de contar tão-somente com sua própria persistência. Vai ter que acreditar na capacidade de fazer as coisas acontecerem, sem esperar por uma reforma política, tributária, trabalhista ou previdenciária. Vai ter de ganhar centavo por centavo de sua receita com o próprio esforço, mesmo dando metade para o governo. Vai ter que conquistar cliente por cliente, desde o primeiro dia do ano”, diz o consultor Enio Feijó, especialista na metodologia Six Sigma.

Persistência também é palavra-chave para obter sucesso na opinião do físico Sylvio Rosa, presidente do ParqTec de São Carlos, no Interior Paulista. “Nos últimos anos, em que nos empenhamos ao máximo para lançar o primeiro parque tecnológico do estado de São Paulo, muitos classificaram minha persistência como teimosia ou devaneio. Às vésperas de inaugurar o Solar da Inovação Sérgio e Yvonne Mascarenhas, primeiro prédio do Science Park, posso garantir que vale a pena, ainda, acreditar no potencial do Brasil. Afinal, a chave para o sucesso do país é promover o crescimento das micro e pequenas empresas”, diz Sylvio.

O consultor de negócios Flávio Tosello, da VA Assessoria, diz que, quando um negócio fracassa, raramente o empresário assume a culpa dos erros cometidos durante a gestão do negócio. “A maioria prefere atribuir o fracasso a problemas conjunturais”, revela. Para aqueles que pretendem começar 2007 com mais chances de alcançar o sucesso, Flávio aponta seis dicas:

– Defina em que tipo de negócio irá investir com base em seu conhecimento e experiência. É arriscado demais abrir um negócio sobre o qual se tem pouca informação.

– Estude o mercado antes de tomar decisões. Analise o perfil do público consumidor, mapeie a concorrência, identifique os principais fornecedores e saiba de antemão o que deverá enfrentar e como poderá vencer as adversidades.

– Desenvolva um plano de comunicação da nova empresa e estabeleça meios de divulgar seu negócio ao público-alvo.

– Determine o processo operacional, fases de fabricação, procedimentos de compras, distribuição e vendas, logística de estocagem, entrega de mercadorias etc. É importante que se entenda todos os processos envolvidos no negócio.

– Determine a estrutura física e a força de trabalho necessárias para o bom andamento do negócio. Subestimar ou superestimar o empreendimento pode comprometer os resultados.

– Faça um bom plano de negócios, dimensionando o capital de giro e o valor necessário para os investimentos fixos. Do bom detalhamento deste item depende a sustentação inicial do negócio.

Para quem já engatinhou e está “aprendendo a ficar em pé sozinho”, a grande dica vem de Rubens Schwartz, médico radiologista responsável pela unidade da URP Diagnósticos Médicos situada na Avenida Paulista, em São Paulo. “Para uma empresa acontecer, nesta época de intensa concorrência e mesmice de propostas, o grande diferencial é não deixar o cliente sentir-se órfão. E o segredo está no ‘pós’, ou seja, no procedimento ‘pós-venda’, ‘pós-atendimento’, ‘pós-orçamento’ e no suporte oferecido. Independentemente do produto ou serviço que se vende, o importante é ‘como’ se vende”.