Divisão de software da IBM tem nova organização no Brasil

0
3

Em linha com a decisão mundial da empresa, a divisão de software da IBM Brasil passa a trabalhar baseada em soluções de negócio, e não por marcas de produtos, como anteriormente. A divisão passa a contar com 12 áreas de soluções, muitas utilizando mais de uma linha dos produtos – Lotus, Tivoli, DB2, WebSphere e Rational. No Brasil, as especializações foram consolidadas em sete gerências, sob o comando dos executivos: Sérgio Fortuna, Business Intelligence e Content Management; Paschoal D’Auria, Business Integration; Marcos Panichi, z-Series; Antônio Celso Leitão, Data Center Automation, Security, Storage; Rogério Inomata, Portais/Workplace; Pedro Britto, Development Tools e Auta Souza, Linux.
Marcos Paraíso assume a gerência de vendas de middleware, que engloba todas as especialidades. Paraiso atuava como gerente de Information Management. A área de relacionamento com Canais e Parceiros de Negócios segue sob o comando de Eduardo Caliman. Já o setor de relacionamento com desenvolvedores de software passa a ser comandado por Paulo Machado.
“Esta adequação do modelo é muito pertinente, já que os clientes buscam soluções para seus negócios e não somente produtos. Além disso, a nova organização é mais eficaz na busca de rotas alternativas de negócios, como os ISVs (Independent Software Vendors) e parceiros. A divisão de software poderá alinhar-se melhor com outras áreas da IBM, como BCS (Business Consulting Services), Canais e SMB (Small and Medium Business)”, destaca Vânia Curiati, diretora de oftware da IBM Brasil.