Do modismo à competitividade

0
0



Autora: Tatiana Carvalhinha


Inúmeras matérias, artigos e dados sobre o mercado, as oportunidades geradas e benefícios dos conceitos CloudComputing e SaaS (Software como Serviço) estão sendo divulgadas há algum tempo nos principais veículos de comunicação de tecnologia. Vantagens e desvantagens, como utilizar, segurança, porque aderir a estes modelos, e tantos outros tópicos.

 

O que se deve analisar é que nenhuma tecnologia é criada e desenvolvida se não há demanda. E nestes últimos anos ficou muito claro que Cloud e SaaS atendem muito a necessidade dos mercados SOHO e SMB. Vide o inúmero crescimento de matérias e cases apresentados.

 

Segundo relatório divulgado pelo Gartner, durante o Symposium/ITxpo 2010, Computação em Nuvem está no ranking das 10 tecnologias prediletas pelos CIOs brasileiros, o que comprova ainda mais o espaço e a oferta oferecidas por estas tecnologias.

 

Como toda “nova” tecnologia, mesmo que sendo gerada pela latente demanda que o próprio mercado cria, tem um período de maturação e foi o que aconteceu nos dois últimos anos. Entendimento do funcionamento, da aplicabilidade, do modelo comercial e outros detalhes são sempre colocados em cheque nestes momentos.

 

E 2011? Como será para estes conceitos que até então eram denominados “modismo”?

 

Ficou muito claro para as empresas visionárias (até ontem) e hoje usuárias de aplicações baseadas em cloud e saasos bons resultados e os ganhos: redução de custos, alta disponibilidade das aplicações, desenvolvimento contínuo pelos fabricantes, especialização do departamento técnico de TI, que por sua vez pode ser reduzido ou utilizado para desenvolvimento de outras áreas dentro das companhias, pagamento simplificado -modalidade da recorrência mensal, etc.

 

Com isto, também ficou claro paraestes mercados que a utilização de tais aplicações geram aumento da produtividade do seu business gerando competitividade.

 

A cada dia novas ferramentas tecnológicas serão ditadas pelo mercado. Cabe às empresas entenderem o por que foram desenvolvidas e os ganhos que terão mediante a utilização. Empresas que querem sobreviver neste mercado cada vez mais concorrido, precisam ficar atenta se abertas às novas tecnologias.

 

2011 o crescimento de soluções em cloud e saas será enorme e o modelo comercial da recorrência mensal será o mais utilizado, já que possibilita competitividade, ajuste de orçamento, redução de custos e altíssima disponibilidade.

 

Segundo pesquisa realizada pela International Data Corporation (IDC), os gastos de PMEs na América Latina vai crescer mais de 7% até 2014. O destaque vai para regiões em desenvolvimento, como o Brasil, onde o investimento pode chegar a 4%. Será o ano onde as empresas usuárias destas soluções poderão ter um crescimento bastante significativo,assim como os prestadores de serviço que buscam e estão se especializando nestas aplicações.

 

Tatiana Carvalhinha é gerente de marketing e negócios da D-SaaS.