Documento, agora só digital

0
3


A Jucesc (Junta Comercial do Estado de Santa Catarina) encontrou na tecnologia de GED (Gerenciamento Eletrônico de Documentos) a solução para facilitar o acesso ao grande volume de documentos sob sua responsabilidade e aprimorar o atendimento ao cliente que procura informações sobre as empresas registradas no estado. O projeto, inteiramente desenvolvido pela MSA-INFOR, envolveu consultoria, fornecimento da solução DOCMan e a digitalização de mais de 9 milhões de páginas de documentos, que compõem todo o arquivo da Junta, fundada em 1893.

De acordo com Antônio Zimmerman, presidente da Jucesc, a implantação do Gerenciamento Eletrônico de Documentos teve valor estratégico para a Junta, que passou a dispor de uma solução eficaz para o armazenamento e acesso às informações do arquivo. “A implantação do GED ocasionou uma notável melhoria na eficiência dos serviços prestados aos usuários e uma redução de quase 50% no arquivo, o que permitiu um reaproveitamento do espaço físico, agora utilizado pela área administrativa”, explica.

Iniciado em 2002, o projeto contou com a consultoria da BKM, uma empresa MSA-INFOR, para fazer o levantamento das necessidades da Jucesc, que resultou na implantação do software DOCMan e em sua integração com os outros sistemas da autarquia. O processo de digitalização dos documentos envolveu as fases de preparação, escaneamento, indexação e armazenamento em meio digital, feitos no próprio local. Atualmente, todos os funcionários da Junta podem acessar os documentos digitais por meio da solução, que está integrada ao sistema de registro.

A tecnologia de GED causou também uma revolução nos processos de trabalho da Junta Comercial e hoje todos os documentos que ingressam na autarquia já são digitalizados pelos próprios funcionários e inseridos no sistema. “Com a implantação do DOCMan, a Jucesc passou a consultar os documentos em tempo real e atender os clientes com mais rapidez. Além disso, garantiu a distribuição e o compartilhamento das informações e passou a ter uma maior proteção contra acessos indevidos aos documentos, evitando perdas e extravios”, afirma Helberth Cavalcante, gerente Nacional de Vendas e Marketing da MSA-INFOR.

Encerrado o projeto de digitalização e implementação da solução DOCMan, o próximo passo será a ampliação da oferta de serviços on-line, para que certidões e cópias de documentos possam ser acessados e adquiridos via Internet. “A Jucesc tem um elevado custo operacional com a emissão de aproximadamente 120 mil cópias de documentos por mês mas que, com a implantação do GED e o lançamento do Portal, terá uma redução significativa”, completa Zimmerman.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorA resposta do callcenter
Próximo artigoDelivery pontual e profissional