Domingo também é dia de ir às compras

0
3
Os brasileiros são favoráveis à opção de compras aos domingos. É o que revela uma pesquisa do Ibope para avaliar a importância da abertura do comércio aos domingos, atualizando e ampliando sondagem sobre o tema feita em 2003. O estudo foi encomendado pela Associação Brasileira de Supermercados (Abras), junto com outras entidades setoriais, como a Associação Brasileira de Lojistas de Shoppings (Alshop) e a Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce), a Associação Paulista de Supermercados (Apas) e o Instituto para o Desenvolvimento do Varejo (IDV).
Realizado de 4 a 15 de abril, com 3.150 pessoas em sete diferentes capitais (São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília, Salvador, Recife e Curitiba), o estudo revela o aumento na porcentagem de favoráveis à abertura do comércio aos domingos. Enquanto, em 2007, 71% da população se revelam favoráveis à opção de compras aos domingos, em 2003 essa porcentagem era de 59%. Além de ouvir a população em geral, a pesquisa coletou opiniões especificamente de quem trabalha aos domingos. Desses, 50% também são favoráveis à abertura do comércio no dia.
“Os dados mostram que, em quatro anos, 23,8 milhões de pessoas passaram a comprar aos domingos. Virou um hábito”, diz Sussumu Honda, presidente da Abras. Entre os dois grupos, a principal razão é a falta de tempo durante a semana – opção de 52% da população geral e de 73% dos que trabalham aos domingos. Em seguida, vem o fato de o domingo ser um dia mais tranqüilo – escolha de 21% da população geral e 18% dos que trabalham no tradicional dia.
Os números do Ibope também mostram que, nas respostas espontâneas, 90% da população percebem vantagens na abertura do comércio aos domingos e somente 21% vêem desvantagens. Já entre os que trabalham no domingo, 78% vêem vantagens e 41% enxergam desvantagens. Independentemente da posição em relação ao tema, 73% da população geral e 69% dos que trabalham aos domingos fazem compras nesse dia. Trata-se de um aumento de 14% em relação à pesquisa de 2003.