Drogaria Onofre adota o Linux

0
2

A Drogaria Onofre encerrou a primeira etapa de modernização dos sistemas, que ao todo vai demandar R$ 3 milhões em investimento, adotando o Linux e criando um ambiente tecnológico misto, visando à redução de custos e aumento de eficiência. Foram investidos R$ 220 mil só em treinamentos, instalação e preparo de infra-estrutura (hardware para adoção do software livre). “Não vamos abrir mão do Windows, mas nossa estratégia é tirar o melhor dos dois mundos e, claro, oferecer um serviço melhor na ponta, para nossos clientes”, explica Marcos Arede, diretor comercial da rede de farmácias. Hoje, cerca de 30 lojas já operam com o sistema Linux nos terminais de pontos-de-venda, o que garante maior estabilidade (menos quedas nos sistemas) e o processamento das transações se tornou mais rápido. Segundo o CIO da Onofre, Jair Lorenzetti, o nível de problemas com queda do sistema diminuiu 70% e a meta é chegar a 90% até 2007. Já a economia geral com manutenção e compra de licenças chegou a 35%.