E aí, vai perder o cliente?

0
1
O mercado de e-commerce vem crescendo e está cada vez mais competitivo. Nesse sentido, as empresas têm o desafio de garantir que o cliente vai encontrar com facilidade o que procura, pois diante da concorrência e a facilidade da web, ele pode rapidamente mudar de loja. “Todos sabem que, na internet, se a pessoa não tiver uma boa experiência em um site, além de sair imediatamente, ela provavelmente jamais voltará. Por isso, o visual, a usabilidade e a navegabilidade são elementos importantes na construção de um site de e-commerce”, afirma Ricardo Pomeranz, global chief digital officer da Rapp.
Para garantir que está sendo assertivo, é possível que as empresas façam diferentes testes de navegabilidade e usabilidade e, claro, do layout. Segundo Pomeranz, é possível criar duas páginas de um mesmo site, com pequenas diferenças entre uma e outra, para ver como o usuário se comporta ao acessá-las e realizar as necessárias mudanças. “Às vezes, um botão ‘compre já’ ou ‘compre agora’ podem fazer a diferença nas vendas. São estes testes – as análises multivariadas – que colaboram para melhor a performance de conversão”, explica.
E A VERSÃO MOBILE?
Quando uma empresa estrutura um e-commerce, não deve pensar apenas na usabilidade do site em computadores. Com a explosão de vendas de smartphones e tablets, cada vez mais os consumidores acessam as lojas virtuais por dispositivos móveis. “Muitas empresas de comércio eletrônico ainda não ajustaram seu site para esta plataforma, o que prejudica a navegação, levando o usuário a desistir da navegação. E- commerce já é o futuro, mas é preciso saber construir um site atraente e funcional, sob pena de o consumidor deixá-lo para procurar um outro mais amigável”, comenta Pomeranz.