E-commerce bate recorde em novembro

0
3
Apesar dos bons resultados da Black Friday, as vendas no varejo brasileiro continuaram a apresentar quedas em novembro. As vendas totais no mês encolheram 4,1% em relação a novembro de 2015. E também teve queda de 4,6% das vendas totais nos últimos três meses comparadas ao mesmo período em 2015. Também houve encolhimento das vendas no terceiro trimestre comparando ao mesmo período de 2015, com um desempenho de -3,6%.
Mais uma vez, o destaque nos números de novembro foi o comércio eletrônico, que cresceu 20,4%. Sendo o quinto mês consecutivo de ganhos e o desempenho mais expressivo do canal nos últimos oito meses. O e-commerce ainda apresentou crescimento 16,1% nos últimos três meses em relação ao mesmo período do ano anterior.
Quatro setores tiveram desempenho acima das vendas totais: vestuário, materiais de construção, artigos pessoais e domésticos e produtos farmacêuticos. Enquanto isso, os indicadores de supermercados, combustíveis e móveis e eletrônicos ficaram atrás das vendas totais de varejo. Nas vendas online, os setores de produtos farmacêuticos, móveis e eletroeletrônicos e vestuário tiveram desempenho acima da média, enquanto hobby & livraria ficou atrás do crescimento global do canal.
“No atual cenário brasileiro, a taxa de desemprego ainda é muito alta e o crescimento dos salários continua fraco, o que será um sério empecilho para a recuperação dos resultados”, afirma Kamalesh Rao, diretor de pesquisas econômicas da Mastercard Advisors.
Black Friday
As vendas no varejo cresceram 11,2% em termos reais comparadas a 2015 durante a Black Friday 2016 (25 de novembro), e 20% no fim de semana da data (25 a 27 de novembro).
Regiões brasileiras
Em termos de crescimento sobre novembro de 2015, o Sudeste (-3,1%) apresentou desempenho superior ao do resto do País, enquanto o Norte (-6,5%), Nordeste (-5,5%), Sul (-4,7%) e Centro-Oeste (-7,1%) ficaram para trás.