e-Consulting mostra os gastos em publicidade on line

0
10

A e-Consulting, Boutique digital de conhecimento em criação, desenvolvimento e implementação de estratégias competitivas e serviços para grandes corporações, anunciou, com o apoio da Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico (Camara-e.net), novo estudo sobre os gastos com publicidade on line no Brasil. De acordo com a e-Consulting, a atividade deve movimentar em 2003 cerca de R$ 175 milhões – crescimento de 15,1% em relação aos R$ 152 milhões registrados em 2002, o equivalente a 1,5% do bolo publicitário total do país.

Para os próximos dois anos, o índice de crescimento anual previsto pela e-Consulting é de aproximadamente 16%. Desta forma, a publicidade on line deve atingir o montante de R$ 203 milhões em 2004 e R$ 235 milhões em 2005. “As tendências para o segmento são os links patrocinados – tipo de anúncio que tende a atrair anunciantes que não podem pagar uma agência e é excelente para o mercado porque atrai novas verbas e marcas – e o aumento do controle sobre o uso indiscriminado do e-mail marketing por entidades do setor via políticas anti-spam e legislação específica”, analisa Letícia Karasaukas, coordenadora do Experience Lab da e-Consulting Corp.

A e-Consulting também projeta para o próximo biênio o crescimento das atividades focadas na web das agências de publicidade e agências especializadas em BTLs (Below The Lines), bem como do modelo de propaganda on line focada em multimídia, interatividade e experiência – o chamado Marketing Experiencial, além de um foco maior na análise dos resultados e quantificação do retorno. A e-Consulting prevê que o gasto com campanhas de comunicação (institucional, captação, fidelização e promoção), cuja base é a Internet, porém envolvendo outras mídias offline em seu mix, realizadas pelas 100 maiores empresas anunciantes do país, deverá ser da ordem de R$ 312 milhões em 2003.