É preciso desapegar do tradicional!

0
2
Por mais que se diga que é preciso estar em um processo constante de inovação, a fim de oferecer sempre a melhor experiência ao cliente, este não é um caminho muito fácil. Principalmente, para as pequenas e médias empresas, seguir nesse sentido significa driblar muitos fantasmas, como o medo de desempenhar grandes quantias de dinheiro, inclusive aquele que não tem, para conseguir investir em novas tecnologias. Por essa razão que a venda em multicanais ainda é algo mais pesquisado e feito pelas grandes organizações, como aponta o vice-presidente comercial do Groupon Brasil, João Pedro Serra: “muitos dos empreendimentos de pequeno e médio porte ainda não têm tecnologia e know-how necessários para implantação de novos canais de vendas”. 
Segundo ele, cada tipo de negócio tem suas especificações e requer abordagens diferenciadas, de acordo com o público, o produto e a natureza do serviço. “Ainda há certa resistência em apostar em canais inovadores e certo apego aos canais convencionais.” Ao mesmo tempo, o consumidor está cada vez mais dinâmico e exige por novas abordagens de mercado e, de acordo com Serra, é nessa hora que o diferencial tecnológico é fundamental. É, então, que entra o serviço do Groupon, por meio de sua experiência nas operações on-line, a empresa ajuda os parceiros a alcançarem a multicanalidade exigida no mercado. “Graças às mais de 300 mil ofertas realizadas globalmente, temos inteligência para criar a oferta ideal para cada negócio e traçar a melhor estratégia digital para cada parceiro”, diz.
Além de haver uma resistência a desapegar dos canais mais tradicionais, o executivo conta que ainda falta também nas empresas brasileiras conhecimento estratégico para saber como lidar com tal mercado. “A maioria apenas implanta a operação, mas não se preocupa em fazer um planejamento sobre como integrar esses canais e como atender em cada um deles”. Ou seja, cada canal acaba funcionando de forma isolada, sem haver integração entre si e podendo proporcionar um atendimento até mesmo desconexo com o que prega o negócio. Para não cair nessa armadilha, ele aconselhou a utilização do big data para traçar estratégias e abordagens mais precisas. “O Groupon já oferece, nos EUA, ferramentas que facilitam o approach com o consumidor, como o Groupon Merchant Tablet, um dispositivo com sistema customizado, que ajuda o comerciante a administrar o fluxo de vendas e de utilização dos vouchers, capaz de identificar, por meio de bluetooth, a presença de um cliente dentro de seu estabelecimento”, exemplifica Serra.
Fazer com que as empresas tenham mais um canal de venda, saindo do terreno do offline para o online, é a missão da empresa. “Esse é o nosso business: ajudar as empresas a ter mais um meio para vender, no ambiente digital”, conta o VP. “O Groupon consegue compreender toda a cadeia de vendas, desde a abordagem online até a conexão com o estabelecimento físico e o momento da entrega de qualquer artigo. Por isso, conhecemos a necessidade de nosso cliente em todas as esferas da cadeia de consumo.”