Empresas discutem o uso de TI

0
16

O Gerenciamento de Configuração TI está ligado a uma econômica e ativa entrega dos serviços das empresas. Por meio dele, é mantida toda precisão das informações nos itens de configuração, documentações e suporte a processos, servindo também como base, para o Gerenciamento de Mudanças, Incidentes, Problemas, Capacidade e Planejamento de Contingência.

Avaliando todo seu alcance, empresas com metas de otimização em TI, têm tomado algumas medidas. Em pesquisa realizada pela Brunise Informática, 23 empresas entre elas, Bradesco, Prodesp, Claro, Itaú, Tam, constatou que a grande maioria 58%, já estão em processo de implementação, ressaltando que o maior obstáculo para sua implementação tem sido a cultura das empresas.

Outro fator apontado como obstáculo na implementação do gerenciamento, foi o baixo número de profissionais qualificados, os entrevistados identificaram 44% dos profissionais de implementação atuantes em suas empresas, como desprovidos de certificações.

Segundo Sérgio Bertasi, um dos responsáveis pela gerência de configuração do Bradesco, “A principal meta neste momento, é implantar este gerenciamento, de modo que esteja integrado com a disponibilidade dos serviços, algo que atualmente é fundamental para o bom andamento da TI” afirma Sérgio.

Observando o alto investimento que o setor financeiro tem dedicado a TI, George da Silva, responsável pela gerência de problemas e mudanças da Bovespa, coloca algumas dificuldades relacionadas ao Gerenciamento de Configuração. “Hoje ainda existem vários departamentos na TI com bases isoladas, o que causa a falta de difusão das informações. Quando se tiver bases bem integradas e informações disponíveis aos diversos setores, a TI será estratégica e alcançará as metas propostas” afirma George.

Conhecendo a importância desse gerenciamento, a Brunise Informática em evento realizado no último dia 14 de setembro, Gerenciamento de Configuração, levantou com profissionais da área, os principais desafios na implementação desse gerenciamento, com objetivo de eleger as melhores práticas.

“Sair de um gerenciamento de configuração tradicional para um gerenciamento de configuração voltado a resultados para os negócios da empresa requer uma remodelagem de conteúdo e processos lógicos”, finaliza Elvízio Vanzo, diretor geral da Brunise Informática.