O canal para quem respira cliente.

Estratégias transformadoras

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin



O cenário de crise econômica mundial acelerou as discussões sobre alternativas para geração e atração de capital ao país e uma das apostas para alavancar o desenvolvimento do Brasil é o investimento em Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC). O Seminário Internacional TIC 2020: Estratégias transformadoras para o Brasil, promovido pela TelComp (Associação Brasileira das Prestadoras de Serviços de Telecomunicações Competitivas), Escola de Direito de São Paulo da Fundação Getúlio Vargas (Direito GV) e Brasscom (Associação Brasileira de Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação), mostrará a relevância e o tamanho do mercado doméstico de TIC e analisará os desafios que o Brasil ainda deve enfrentar para que se torne um país ainda mais competitivo no mercado global.

 

Embora o Brasil tenha o oitavo maior mercado de TI do mundo, questões referentes à infraestrutura de TIC ainda preocupam. Um dos fatores que corroboram a defasagem em TIC é a baixa acessibilidade e qualidade da banda larga, a valores muito altos. Segundo o levantamento da TelComp sobre a penetração da banda larga, de março desse ano, e o estudo encomendado pela Brasscom à consultoria Booz & Co., a disparidade de preços é imensa no país. “Enquanto em São Paulo usuários adquirem velocidade de 1 Mbps por R$ 30,00, em Manaus consumidores pagam mais de R$ 700,00 por serviço similar”, afirma Luis Cuza, presidente-executivo da TelComp. “Um dos grandes desafios para o setor, nos próximos dez anos, é comportar um tráfego de dados na rede 100 vezes maior e com um custo 100 vezes menor”, destaca.

 

“O planejamento das ações de TIC para os próximos cinco, dez anos, é essencial para que possamos viabilizar um processo de recuperação econômica vigoroso e colocar o país em nível de competição internacional”, avalia Nelson Wortsman, diretor de Convergência Digital da Brasscom.

 

De acordo com o estudo realizado em setembro de 2008, pela Universidade de Oxford, na Inglaterra, e de Oviedo, na Espanha, o nível de penetração e qualidade de banda larga em um país tem um impacto socioeconômico muito grande, além de ser um meio de inclusão digital e social. “Altas taxas de disseminação do serviço significam aumento de postos de trabalho, incremento da produtividade das companhias e maior competitividade entre as empresas”, afirma Arthur Barrionuevo, professor da Fundação Getúlio Vargas.

 

Para Barrionuevo, as localidades que hoje têm restrição às facilidades dos grandes centros também terão a possibilidade de utilizar as novidades em aplicativos quando tiverem acesso a conexões de qualidade. Luis Cuza afirma, contudo, que outro elemento importante no processo de desenvolvimento do setor no país é o papel das agências reguladoras e do governo, pois “o salto que o Brasil poderá dar nos próximos anos depende de políticas públicas voltadas para TIC”.

 

Serviço
Data: 9 de setembro
Horário: das 9h00 às 18h15
Local: WTC Sheraton Hotel – Av. das Nações Unidas, 12.559 – São Paulo/SP
Inscrições e informações pelo telefone (11) 5533-7373 ou no site www.telcomp.org.br/seminario2009

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima