Evento da Assespro-SP chega ao seu terceiro dia

0
10

Com competições decisivas e atendendo as expectativas dos organizadores e participantes, os 4os. Jogos da Comunidade de TI, organizados pela Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação, Software e Internet de São Paulo (Assespro-SP) – que acontecem também neste sábado (21/08), nas dependências do Sesc de Interlagos – chegam ao seu terceiro dia. O evento esportivo, mais do que uma disputa entre empresas, tornou-se um encontro saudável entre funcionários, gerentes, diretores e membros de suas famílias.
Representando suas empresas, as esquipes vão se revezando durante todo o dia, numa verdadeira maratona de jogos. Mas, os atletas e seus familiares também aproveitam para fazer amizades e usufruir dos espaços esportivos que o clube do Sesc oferece. “Tem sido excelente estes dias de competições. Os jogos têm proporcionado uma característica de unir as pessoas com suas equipes e empresas”, analisa Sidney Viola Junior, diretor-financeiro da Assespro-SP e sócio-diretor da RS Alpha Tecnologia. Para ele, esta necessidade de competição saudável reflete bem com as ações praticadas nas empresas.
“Além disso, a gente percebe que nas dependências do Sesc as pessoas ficam mais a vontade para se comunicar uma com as outras. Elas também sentem entusiasmadas em representar suas empresas. E, isso acaba transformando num evento relevante para estes profissionais, o que também se reverterá em mais adesões nos próximos Jogos”, acredita Sidney, que também aproveita para elogiar a organização e demonstar satisfeito da forma como foi feito o regulamento. Este trabalho, no entanto, vem sendo desenvolvido pela empresa BSC-Consultoria Esportiva, uma empresa sólida no tratamento de eventos esportivos. É ela que está por trás de quase toda a coordenação das tabelas, que envolve a maioria das modalidades do 4° Jogos da Comunidade de TI.

O regulamento é baseado de acordo com as normas das federações paulistas de cada modalidade, porém adequando as necessidades para o evento da Assespro-SP. Segundo o diretor-presidente da BSC, Fernando Viola, as regras de todas as modalidades – cerca de 12, entre elas futebol (society e salão), voleibol, basquete, tênis, natação, xadrez, dominó, truco, corrida, etc. – precisaram ser ajustadas por causa do número de empresas participantes. “A idéia da Assespro, de qualquer maneira, era de fazer um evento de confratenização da comunidade de TI. Então, tivemos que alterar alguns itens dos regulamentos para ajustar o número de atletas inscritos e empresas participantes em todo o evento”, disse.
Sem nenhum incidente
Para a organização ter êxito no evento da Assespro-SP, a BCS disponibilizou 10 pessoas para coordenação, 45 árbitros e 13 staffs (pessoal de apóio). “O mais prazeiroso disso tudo é que, em 20 anos de Sesc, este é o primeiro evento que ainda não ocorreu nenhum incidente, como brigas ou clima de temperatura desfavorável aos jogos”, disse Fernando, complementando ao dizer que o horário está sendo obedecido pelas empresas conforme o regulamento. “Espero que nos próximos anos estaremos cuidando de todo o evento”, intenciona.

As delegações das empresas estão levando muito a sério o trabalho da organização e, na questão de produtividade de seus atletas, algumas equipes estão se destacando na corrida do maior número de medalhas. Entre elas, a Itautec Philco e a Oracle são fortes concorrentes a ser a campeã deste ano. A Itautec Philco, por exemplo, é uma candidata potencial a vencer o título pela terceira vez consecutiva. A empresa se inscreveu praticamente em todas as modalidades, com cerca de 160 atletas. Além disso, o grêmio da empresa é muito participativo em eventos e demonstra experiência nas competições.

Já os atletas da Oracle têm muita garra e vestem literalmente a camisa da empresa. Em 2002, a empresa chegou a um honroso segundo lugar. Este ano, ela esta participando em 10 modalidades esportivas e quer mostrar que pode levar um bom número de medalhas. “A gente perdeu nos esportes individuais, mas nos coletivos temos se destacado”, ressaltou Arnaldo Aimola, gerente-executivo comercial da Oracle. Para ele, a participação nos jogos também oferece mais possibilidade de conhecer as pessoas do meio de tecnologia. “É a chance também de se trocar relacionamento”, confirma.