Falta inovação

0
14
A internet, no Brasil, cresceu em um ritmo acelerado nos últimos anos, o que colaborou com a alavancada do e-commerce. Porém, quando o assunto é gestão do varejo on-line, falta algo fundamental e recorrente nos corredores de qualquer empresa: inovação. Pelo menos é o que acredita Anselmo Endlich, diretor executivo da Wine.com.br, site que comercializa vinhos on-line. “Grande parte do que existe é ‘copycat’ de modelos que deram certo fora do Brasil primeiro ou foram lançados primeiro fora”, afirma. Um dos pontos que corroboram com a falta de inovação é a educação, segundo Anselmo. “Como podemos esperar grandes inovações em um país onde a maioria dos cursos de administração, por exemplo, gasta grande parte do seu tempo estudando a revolução industrial? Há que se rever o modelo se quisermos ser referência”, afirma o executivo.
Outro problema sério que o Brasil enfrenta é a questão estrutural. Falta uma boa base para segurar a quantidade de usuários que cresce a cada dia. “Temos países onde a cultura de transações on-line está muito avançada, como o caso do Reino Unido. No Brasil, há um grande crescimento, mas ainda precisamos evoluir principalmente em disponibilidade da rede web. Grande parte do país, mesmo com internet, ainda tem uma conexão muito precária”, salienta Anselmo. Além disso, a falta de estímulo barra muitas oportunidades por aqui. “Para avançarmos falta educação de qualidade e a criação de polos. Também há pouco incentivo para criação de novos negócios, principalmente investimento privado. Não temos ainda uma cultura muito grande de investidores”, diz o diretor.
Com isso, é inevitável afirmar que o país está longe de ser um benchmark em e-commerce. Para Endlich, o Brasil ainda nem saiu do maternal nesse campo. “Temos um número muito pequeno de empresas com faturamento expressivo, e ainda muito concentrada em grandes varejos. Apenas nos últimos anos é que vimos crescer e nascer empresas de nicho como a Wine.com, Netshoes, Sephora Sack’s e etc. Em mercados maduros você encontra, praticamente, qualquer solução online”, destaca.