Farmais investe em ações especiais para crescer

0
0


A Farmais, rede de franquias de drogarias, fechou o ano de 2005 com faturamento total de R$ 680 milhões, conferindo um aumento de 12% em relação ao desempenho obtido em 2004. Um dos fatores que contribuíram para o crescimento da rede foi o aumento do número de franquias da marca. No ano passado, a Farmais abriu 55 lojas e neste ano, o plano de expansão prevê mais 85 unidades, a grande maioria abertas no sistema de conversão de franquias, ou seja, a rede convida empresários do varejo farmacêutico a fazer parte da Rede Farmais e os interessados fazem as adaptações necessárias no layout das drogarias. Das 85 novas lojas que serão prospectadas este ano, 50% serão na região Sudeste e os demais 50% na região Sul do Brasil.

Um outro serviço que ajudou no crescimento foi o Farmais Card, cartão de crédito próprio, que completa 6 anos de existência. Além de funcionar como um cartão de crédito convencional, onde os medicamentos e produtos de perfumaria podem ser pagos na data da fatura que o cliente desejar, possui algumas características exclusivas: nas compras acima de R$ 30,00 o cliente pode pagar em até 3 vezes sem juros e também realizar saques em dinheiro no banco 24 Horas. A meta para este ano é aumentar em mais de 100 mil o número de clientes do Farmais Card em todo o Brasil.

Outro diferencial ainda da Farmais são os produtos de marca própria, que neste início de ano, contam com mais um lançamento: as fraldas, da linha Farmais Baby de produtos infantis, que, incialmente está sendo distribuída nos Estados da Região Sul do país. A Farmais possui atualmente 3 linhas de produtos de marca própria. Os investimentos em Marketing também são o forte da rede. Este ano, assim como nos anos anteriores, a Farmais deve marcar presença em campanhas publicitárias na televisão, ações promocionais e de marketing em todo o país.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorA nova competitividade
Próximo artigoVoxAge planeja crescer 40% em 2006