Gal ganha corpo físico

0
7
A Gol lançou, no aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, a versão física da Gal, assistente virtual movida por inteligência artificial e que já ajuda os clientes no site da empresa. Ela estará presencialmente na área do check-in da companhia orientando sobre procedimentos em geral e embarque antes da viagem.
“A Gol sempre foi pioneira na busca de soluções inovadoras para entregar valor, facilitar e agilizar os processos de viagem. Com essa novidade, trazemos a inteligência artificial ainda mais próxima do nosso dia a dia, com mecanismos e informações complementares para orientar sobre diferentes situações”, explica Paulo Palaia, diretor de TI da Gol.
A nova robô Gal está apta para tirar diversas dúvidas dos passageiros e, neste primeiro momento, poderá auxiliar em questões relacionadas ao autoatendimento, despacho de bagagens, orientações de check-in, entre outros. “A Gal nos ajudará a interagir com os nossos clientes de uma maneira diferente e inovadora. Ela será uma nova opção de contato, mas não substituirá em nenhum momento as atividades de um dos nossos colaboradores. O nosso objetivo é sempre promover uma experiência simples e inteligente”, diz José Luiz Belixior, diretor de aeroportos da Gol.
Além de esclarecer questões e dúvidas, a Gal também está configurada para se locomover por 10 diferentes pontos do aeroporto pré-estabelecidos. Se algum cliente precisar de ajuda para chegar até à loja ou na área de atendimento preferencial, por exemplo, a robô poderá auxiliar no percurso desse trajeto. Para se aproximar ainda mais das pessoas, de forma divertida e descontraída, a nova integrante do time de águias da Gol também está apta a responder questões pessoais e de personalidade como comida preferida, se viaja de avião, de onde veio, cor preferida, etc.
Após o período de testes, a expectativa é que a Gal ganhe novos protótipos e seja ampliada para outros aeroportos do país. Em um segundo momento, a companhia projeta também conectá-la ao sistema para realização de outros serviços, como a troca de assentos ou remarcação de voos. A tecnologia foi desenvolvida no país pela empresa Pluginbot. A solução usa a tecnologia de IBM Watson, a plataforma de inteligência artificial da IBM na nuvem.