Clique e visite a landing do Congresso ClienteSA 2022

O canal para quem respira cliente.

Gasto médio no e-commerce sobe no Dia das Mães

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin



Grande parte das mães foram presenteadas com eletrodomésticos nesse Dia das Mães. É o que aponta o levantamento realizado pela e-bit, no período entre 25 de abril e 09 de maio. De acordo com a pesquisa de satisfação da empresa, realizada no canal web, a venda da categoria para a data comemorativa nunca foi tão alta, tendo 10% de participação no total de produtos comercializados, ficando atrás apenas de Livros, tradicional líder do setor com 20%, e Saúde, Beleza e Medicamentos, com 16%. No ano passado, a mesma categoria teve 7% de participação no volume total de pedidos, no mesmo período.

 

O aumento nas vendas de eletrodomésticos também contribuiu para o elevado tíquete médio na data sazonal. O valor de R$ 338 pode ser justificado já que, com a redução do IPI para esta categoria, foi maior a procura por produtos de alto valor agregado, como geladeiras e máquinas de lavar. Para Pedro Guasti, diretor geral da e-bit, a forte comercialização desse segmento nessa data tem explicação. “Para o Dia das Mães, muitas lojas investiram em promoções que pudessem atrair mais clientes à compra de produtos mais caros, mantendo o parcelamento em 12 vezes sem juros e com isenção de frete. A redução do IPI certamente foi um fator que contribuiu para esse processo”, observou Guasti.

 

No entanto, para o diretor, o parcelamento elástico parece não ser a primeira opção dos compradores virtuais. “As pessoas estão optando por parcelamentos em menor prazo ou à vista, o que acaba dificultando as vendas para o lado do lojista. Apesar disso, o período foi lucrativo para o e-commerce”, revela o diretor.

 

O faturamento do Dia das Mães foi de R$ 440 milhões, o que representa um acréscimo nominal de 15% em relação aos R$ 381 milhões de 2008. “O consumidor está mais cauteloso em relação à sua renda, ao emprego, ao endividamento e ao risco de inadimplência em virtude das dívidas assumidas ao longo do último ano. Mesmo nessas circunstâncias, o faturamento do canal nessa data foi bastante positivo”, ressaltou o diretor geral da e-bit.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima