O canal para quem respira cliente.

Gestão automatizada

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin

Automação comercial já não é mais uma vantagem competitiva, virou commoditie. Com o avanço dos softwares de gestão, redes de alimentação têm apostado cada vez mais em informações gerenciais para definir estratégias de venda, de lançamentos e até de marketing. Por meio de relatórios e de números centralizados, franquias decidem ações localizadas e promoções especiais ou a próxima campanha da marca.
O Spoleto, restaurante de culinária italiana, implementou o SnackControl, sistema informatizado, para integrar as mais de 100 lojas no Brasil e centralizar os dados recebidos. A meta é finalizar o processo até o final de 2005. “Temos agora um controle mais efetivo sobre os restaurantes, com os dados consolidados via web. Isso permite saber quais são os produtos com melhor receptividade em cada região, as prioridades e a melhor estratégia para alcançar os resultados desejados”, garante Luiz Calçada, gerente de informática do Spoleto.
Com relatórios em mãos, a rede programa lançamentos de produtos de acordo com a demanda de cada região e tem melhores condições de traçar uma estratégia de divulgação. “Se o software indica que uma promoção não trouxe o retorno esperado em determinada região, a informação é passada para a área de marketing, que desenvolve uma ação específica para reverter o problema. E, como o sistema oferece atualizações diárias, os ajustes podem ocorrer com muita rapidez”, afirma Calçada.
Márcio Blak, consultor em automação comercial e responsável pelo SnackControl, explica que a solução não consiste apenas na centralização de informações, mas também na automação dos pontos-de-venda, no controle de estoque e na gestão financeira de cada restaurante.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima