Grupo Abril adota software On Demand

0
9


O Grupo Abril quebrou um paradigma da indústria de software. A empresa acaba de contratar serviços On Demand de gestão do relacionamento com o consumidor (CRM) do E-Business Suite da Oracle. O conglomerado brasileiro de mídia, com faturamento líquido superior a R$ 2 bilhões anuais, deverá, a partir de julho de 2006, rodar o aplicativo de negócios da fabricante de software em Austin, no Texas (EUA), acessando-o do Brasil. O novo modelo prevê o uso do ambiente de TI, o processamento, a manutenção de patches de atualização e demais cuidados com a solução, juntamente com o seu banco de dados. Tudo cobrado por meio de taxas mensais, afixadas segundo o número de usuários. Já a implementação do projeto ficará a cargo da Accenture.

“Com essa proposta economizaremos até 40% do investimento que faríamos caso escolhêssemos um modelo tradicional e, além disso, sem o desembolso de um valor inicial alto”, alega Max Thomaz, diretor de Tecnologia de Informação do Grupo Abril. Para ele, as vantagens do novo formato de contratação de software não se resumem apenas à questão econômica. “Queríamos canalizar essa solução para um único fornecedor”, comenta. “Se terceirizássemos o CRM da Oracle com outras empresas tradicionais de outsourcing, além do prestador de serviços, ainda teríamos que contratar a Oracle para comprar as licenças”, explica. O contrato foi fechado em junho passado, depois de uma concorrência que avaliou várias propostas do mercado.

Thomaz, responsável pela escolha do novo modelo, ressalta, ainda, que é natural que a fabricante seja uma “expert” em sua própria solução. “O suporte ao aplicativo será feito por especialistas da fabricante”, comenta. Ele frisa que outros modelos de outsourcing de aplicativos de negócios costumam exigir o pagamento calculado segundo o volume de transações realizadas. “Neste contrato, ao contrário, ainda que o volume cresça, a cobrança será feita apenas sobre o número de usuários, o que nos garante prever com maior precisão os gastos que teremos com a solução”. Thomaz acrescenta que, após três anos de uso a fabricante lhe repassará a propriedade sobre as licenças do software.

O executivo informa que o Grupo Abril está empenhado no desenvolvimento de um novo modelo de relacionamento com o cliente, suportado pelo projeto Raiz, cuja 1ª fase, a partir de julho de 2006, começa com a gestão do call center de Publicações e da TVA. Com os serviços de On Demand do CRM do Oracle E-Business Suite, o atendimento será feito no Brasil, com a aplicação rodando no data center da Oracle em Austin, no Texas, Estados Unidos. Para ele, o novo contrato, no modelo de On Demand, pode ser resumido em uma frase: “Este é o exemplo cabal da inovação a serviço da redução de custos”.