Harte-Hanks espera crescer 70%

0
7


A Harte-Hanks América Latina, depois do crescimento acima dos 20% em 2005, está estimando na ordem de 70% em 2006, com 30% de aumento de recursos. Esses resultados possibilitaram investimentos consideráveis feitos na unidade desde 2004. Foram 500 mil em 2004, 1.7 milhões em 2005 e 1.4 milhões em 2006, demonstrando o comprometimento da corporação com o mercado latino americano. Com isso a empresa fez a troca completa das estruturas de TI e contactcenter. Hoje, a filial em São Paulo conta com tecnologia Avaya, incluindo telefonia VoIP, gravação e auditoria das ligações, com acesso via Internet de qualquer lugar do mundo.

Aproveitando esse momento de crescimento, o gerente geral da Harte-Hanks para a América Latina, Silvio Ramos, está desenvolvendo um projeto onde vai dar a volta ao mundo à vela e continuar comandando os negócios da empresa na América Latina de um veleiro-escritório, sendo construído especificamente para esse fim. “Se não posso deixar o escritório, vou levá-lo comigo!” afirma Silvio no site do projeto (www.matajusi.blogspot.com). Ele está negociando a divulgação do projeto em uma rede de TV.