Índice de varejo on line totaliza R$ 495,9 milhões em janeiro

0
0

A E-Consulting, Boutique digital de conhecimento em criação, desenvolvimento e implementação de estratégias competitivas e serviços para grandes corporações, e a Camara-e.net (Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico) anunciam o índice de varejo online (VOL) registrado no mercado brasileiro em janeiro deste ano.
O VOL, que representa a soma dos volumes de transações de automóveis, turismo e bens de consumo (lojas virtuais e leilões para pessoa física), somou no primeiro mês de 2004 R$ 495,9 milhões – valor 47% maior do que o movimentado em janeiro do ano passado e correspondente a 3,1% do varejo total no país (dados estimados a partir do índice-base do IBGE).
Em janeiro último, o VOL-Automóveis totalizou R$ 305,3 milhões – aumento de 41% em relação ao mesmo período de 2003. As montadoras e revendedoras de veículos foram responsáveis por 61,5% do total do VOL. “O crescimento do VOL-Autos em comparação com o ano anterior ocorreu em razão de menores taxas de juros e incentivos governamentais, como a redução do IPI, ainda em vigor em janeiro deste ano, incentivando as compras de automóveis em geral”, analisa Daniel Domeneghetti, diretor de estratégia e conhecimento da E-Consulting e vice-presidente de conhecimento e métricas da Camara-e.net.
O VOL-Turismo e o VOL-Bens de Consumo (VOL-Sem Autos) movimentaram em janeiro, respectivamente, R$ 65,8 milhões e R$ 124,8 milhões. O VOL-Turismo foi responsável por 13,3 % do total do VOL, ao passo que o VOL-Bens de Consumo por 25,2%. O VOL-Sem Autos cresceu 58,6% em relação a janeiro do ano passado. “Esse grande crescimento atesta que o início deste ano parece promissor para o comércio eletrônico. Contudo, principalmente no turismo online, esses valores compreendem atividades de companhias aéreas e agências online que se iniciaram no 2º semestre de 2003, levando o índice a um crescimento bastante significativo”, afirma Domeneghetti.
“Pela sazonalidade do mercado, o primeiro trimestre do ano apresenta resultados inferiores ao último. É uma tendência que se repete ano a ano na indústria do turismo. O importante é que, se comparado com janeiro de 2003, o VOL de janeiro deste ano reflete um crescimento de 58% – cifra espetacular se confrontada com outros indicadores da economia brasileira”, comenta Roberto Souviron, presidente da Decolar.com, uma das maiores agências de viagens da Internet na América Latina.