Informação vira conhecimento

0
1


A utilização de informações gerenciais como ferramenta de apoio à tomada de decisão foi o principal objetivo da Indiana Seguros ao adquirir a plataforma de Business Intelligence da MicroStrategy, fornecedora de ferramentas de BI. Armazenados em um data warehouse com capacidade de 30 gigabytes, os dados vem auxiliando a seguradora nas estratégias de negócios graças aos relatórios com alto nível de detalhamento, relacionados às áreas de auditoria, jurídico, planejamento, marketing, sinistros e comercial.

Conforme relata Reinaldo D´Errico, superintendente de informática, antes do BI as informações gerenciais eram compiladas e divulgadas em planilhas de Excel, por meio de um sistema cujo acesso era com senhas individuais, chamadas de SIG. A atualização era realizada no início de cada mês. “Recebíamos cerca de 15 arquivos de fechamento vindos de várias áreas da empresa, que depois de serem conferidos com os registros contábeis, se juntavam às informações históricas já existentes”, explica o executivo. No total, o sistema era composto por 21 arquivos com dados sobre produção, sinistros e resultados. Limitações do sistema impossibilitavam a melhoria contínua da geração de dados.

Questões como flexibilidade, confiabilidade e confidencialidade, consideradas prioritárias para a TI da Indiana, eram sempre colocadas em xeque quando uma informação necessária não era encontrada no sistema. “Por este motivo, tínhamos um trabalho extenso de criação de relatórios paralelos”, revela D´Errico.

– Para a escolha da plataforma de BI que melhor atendesse às expectativas, a área de tecnologia e planejamento realizou avaliações junto a diversos fornecedores do mercado. O ambiente totalmente web e a alta flexibilidade da ferramenta MicroStrategy foram importantes fatores de diferenciação. “A MicroStrategy apresentou os melhores resultados com relação a custo, tecnologia e suporte, com base nas avaliações realizadas pela área de tecnologia e planejamento da Indiana”, afirma Reinaldo D’Errico.

Hoje, o BI se tornou uma ferramenta importante no auxílio ao suporte á decisão na Indiana Seguros. Por meio da tecnologia, os 45 usuários podem gerar análises e relatórios completos com informações valiosas como sinistros pagos, divididos por região, profissão, idade e outros dados relevantes dos clientes, além de informações históricas dos vários sistemas utilizados pela empresa, como auto, vida, financeiro e jurídico. “Os usuários passaram também a contar com a disponibilidade de datamarts referentes apenas às suas áreas, o que vem agilizando de forma significativa os negócios e projeções futuras”, afirma o superintendente.

Segundo D´Errico, seria impossível imaginar o nível de flexibilização da informação atingido hoje, na época do sistema anterior. Confidencialidade, confiabilidade, velocidade na disponibilização da informação, maior detalhamento e o acompanhamento de resultados também são pontos importantes do business intelligence aplicado à Indiana Seguros. “Enfim, conseguimos uma ferramenta que transforma informação em conhecimento, sem gerar dados em excesso”, elogia o executivo. Satisfeita com os avanços obtidos, a seguradora tem planos de expandir o número de usuários já no ano que vem.